Novela teen

Guta Stresser fala sobre final de "Malhação": "A gente faz o melhor"

Atriz está no ar em duas tramas no horário vespertino da Globo

Guta Stresser
Guta Stresser interpretam Rosália em "Malhação: Vidas Brasileiras" - Foto: Reprodução
Foto do Colunista / Jornalista

Laís Lubrani
i

Laís Lubrani

Laís Lubrani é jornalista, ama o mundo da televisão e é apaixonada por escrever. Juntou as duas paixões e integra o time de repórteres e colunistas do NaTelinha

Publicado em 17/03/2019 às 13:18:47 Atualizado em 17/03/2019 às 14:09:02

Guta Stresser está no ar em dose dupla na tela da Globo. A atriz pode ser vista em "Malhação: Vidas Brasileiras", como Rosália, e no seriado "A Grande Família", em que interpretou Bebel.

A temporada da novela teen está chegando ao fim, e a atriz fez uma retrospectiva sobre sua trajetória. Nos últimos capítulos, Rosália passará mal e deixará Maria Alice (Alice Milagres) e Pérola (Rayssa Bratilieri) bem preocupadas.

Em entrevista ao jórgão O Globo, Guta deixa um mistério: "Não posso contar o que Rosália tem, e acho que ela mesma não sabe o que está escondendo. A personagem está tratando de criar as filhas e melhorar a vida depois que deixou de ser doméstica e se tornou microempresária. Como tantos brasileiros, acabou negligenciando a saúde. Esquece que sobreviver não é só pagar contas. Espero que a história dela sirva para conscientizar outras pessoas a se cuidarem”.

A personagem é a primeira de Guta em novela. Ao olhar pra trás, ela fez um balanço bem positivo do novo desafio: "já estou triste por estar acabando. Me apego muito às personagens. Rayssa e Alice são maravilhosas e foi ótimo trabalhar com elas. Acho que as três merecem um final feliz na história. Aprendi muito com esse trabalho. A rotina é bem diferente daquela das séries, à qual eu estava acostumada. Mas, no fim, gravação é gravação. A gente sempre faz o melhor possível”.

A eterna Bebel também falou sobre o papel em que iniciou a carreira. Segundo ela, a reprise está conquistando novos fãs: "É o maior barato. Outro dia recebi uma mensagem de uma fã de 5 anos, que começou a ver a série agora. Ela é apaixonada pela Bebel e pelo programa. Sempre que assisto, fico embasbacada porque percebo que é tudo muito atual ainda e continua engraçado - afirma ela, acrescentando que "A Grande Família" entrou para a História da TV brasileira. - Tenho um carinho enorme e sinto muito orgulho por ter participado disso."

A atriz também fez uma retrospectiva de sua carreira. Guta pensou inclusive em mudar os rumos da profissão: "Às vezes penso em deixar de ser atriz e trabalhar mais como diretora. Acho que os valores da profissão mudaram muito. A gente envelhece e os personagens vão ficando mais raros. O mundo de hoje é dos jovens. É difícil um ator mais maduro conseguir se manter como protagonista, são poucos. Você deixa de ser assunto nas revistas e nos sites e perde espaço. Na época em que comecei, ninguém ligava para a roupa dos atores ou queria saber se eles tinham um corpo escultural. Agora, a maioria é sarada. Imagina como seria estranho a Rosália, por exemplo, ter um corpo musculoso. Em que momento da vida dela ela teria tempo para ir a academia? Até engordei um pouco porque achei que cabia ter um corpo mais de matrona para a personagem. O ator tem que cuidar do físico para estar sempre disponível, preparado para o papel, mas hoje a preocupação é outra. Está tudo pautado pela lógica do consumo, adota-se padrões que podem ser consumidos."

Hoje com 46 anos, a intérprete analisa que a maturidade lhe trouxe muito mais calma: "Eu acho que lido melhor com várias questões, sem dúvida. Tenho muito mais serenidade do que há alguns anos. Essa é a parte positiva da maturidade. Mas também começa a doer aqui e ali, não tem jeito. Para a mulher, é ainda mais complicado, porque precisamos lidar com umas questões mais decisivas, como não poder mais ter filhos. É difícil, mas acho que eu não trocaria minha serenidade pela juventude."

Guta começou no teatro em Curitiba, sua cidade natal, aos 13 anos. Seu papel de maior destaque foi em "A Grande Família", seriado em que atuou de 2001 a 2014, dando vida a Bebel.

Em 2015 atuou em duas séries da Globo: "Amorteamo" e "Mister Brau". No cinema, acumula 11 produções. Em 2010 se lançou como escritora, ao publicar o livro "Meu pequeno coxa-branca", direcionado para  o público infantil.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!