Reportar erro
Desabafo

Felipe e Catia relembram passado triste e ela diz: "meu pai me trancava fora de casa"

Empresa do pai de Felipe chegou a falir

Felipe e Cátia desabafam sobre passado
Reprodução
Diego Falcão

Publicado em 03/11/2018 às 16:58:57

Felipe Sertanejo e Catia Paganote conversaram sobre seus passados e dificuldades que tiveram na vida na tarde deste sábado (3) na cozinha do reality show "A Fazenda 10". O empresário contava que o pai foi responsável por fazer o CD-rom da Bíblia narrado por Cid Moreira: "Meu pai quem fez. Foi uma época boa que a gente vivia muito bem".

Logo depois o peão comentou sobre o momento da vida em que a empresa do seu pai faliu e os apuros que passaram: "A empresa do meu pai quebrou e a chegou no fundo... no fundo... não passei fome. Lembro do meu pai subindo no poste para ligar a luz".

Quando eu fazia teste e chegávamos tarde ele trancava a gente fora de casa. A gente só conseguia entrar quando ele saía às 6h da manhã para trabalhar.

Catia

Catia também falou sobre seu passado. A ex-paquita contou bons momentos que viveram bem até que eles também passaram por uma crise financeira e ela precisou sustentar a família. "O meu dinheiro é que pagava a casa e sustentava. Isso foi até eu sair. Depois eu namorava uma pessoa que já tinha uma carreira. Eu nunca baixei a qualidade a vida por ter largado uma carreira e por estar vivendo a vida dele... e depois a gente se separou e minha vida foi decaindo até hoje."

Felipe e Catia relembram passado triste e ela diz: \"meu pai me trancava fora de casa\"

 

O papo entre os peões continuou. Felipe perguntou a Catia se o ex ainda a ajudava nas despesas com a filha. "Você tem uma filha com ele?" "Claro que não. Minha filha não é com ele, é com um amigo meu", respondeu.

Logo depois a peoa fez uma revelação triste do seu passado: "Meu pai me trancava fora de casa. Eu e minha mãe. Ele achava que minha vida artística não era nada. Depois fui eu quem sustentei a casa por ser paquita. Quando eu fazia teste e chegávamos tarde ele trancava a gente fora de casa. A gente só conseguia entrar quando ele saía às 6h da manhã para trabalhar."

Mais Notícias