Reportar erro
Clima de paz?

Mara Maravilha nega crise na relação de Rose Miriam com os filhos de Gugu

Apresentadora do SBT fez a revelação no Fofocalizando

Mara Maravilha e Rose Miriam
Mara Maravilha e Rose Miriam - Foto: Montagem/Reprodução
Redação NT

Publicado em 27/02/2020 às 17:59:31

Na edição do Fofocalizando desta quinta-feira (27), a polêmica envolvendo a herança de Gugu foi pauta novamente. Aproveitando o assunto, Mara Maravilha fez questão de negar que os filhos do apresentador estavam numa crise na relação com a mãe, Rose Miriam.

"Como é que não vai viver como uma mãe e os filhos dentro de uma casa, vivendo na mesma cozinha? Ela ainda está criando [os filhos] Como é que ela não vai conviver bem? Existe uma exposição na mídia, dizem que não é positiva a relação dos filhos com a mãe", iniciou.

Em outro momento, ela garantiu que mãe e filhos estão com uma boa convivência, afirmando que a imprensa estaria exagerando. "Na imprensa pinta que a relação dos filhos não está bem. Só que no dia a dia não é essa realidade. Lá nos EUA, eles estão vivendo uma vida normal, indo para a escola, ela acompanhando...", disse.

Encerrando, Mara pediu que a família fosse respeitada nesse momento conturbado, criticando a mídia novamente: "É muita coisa que se pinta na mídia e a realidade é outra. Até vir o veredito é volúvel da nossa parte ficar falando quem é certo e quem é errado. A gente tem que respeitar".

Justiça nega recursos de Rose Miriam sobre testamento

O desembargador Galdino Toledo, da 9ª Câmera de Direito Privado de São Paulo, decidiu nessa quarta-feira (26) confirmar todas as decisões de primeira instância sobre o testamento de Gugu Liberato. Com isso, ele negou os pedidos de Rose Miriam, e os bens do inventário continuam bloqueados e a irmã do apresentador, Aparecida, segue como curadora das gêmeas.

Em nota oficial enviada ao NaTelinha, o advogado de Rose Miriam, Nelson Willians, criticou a decisão: "A questão depende de mais ampla análise".

Confira a última nota atualizada:

“O desembargador analisou de forma perfunctória o Recurso e asseverou, em sede de liminar, que a questão depende de mais ampla análise perante o Juízo onde tramita o pedido de reconhecimento de união estável.

Indeferiu, ao menos por ora, a reserva dos bens. O Recurso ainda será julgado em seu mérito por três Desembargadores que compõem a 9a Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

Na ação de reconhecimento de união estável que é a ação principal que a Sra. Rose busca em juízo a nulidade do testamento e do documento firmado em 2011.

A Sra. Rose, viúva do Gugu e que manteve união estável desde 2000 , declara, por intermédio dos seus advogados, que confia na Justiça”.

Mais Notícias