Apresentador

Datena pode trazer prejuízos para a Band após decidir seguir carreira política


afuga-datena_3a35a29f6395471c775de69e78f8aa703981b954.jpeg
Divulgação/Band

A decisão de José Luiz Datena em se candidatar nas eleições de outubro a uma vaga ao Senado, pelo DEM (Democratas), pode acarretar prejuízo aos cofres da Band.

O canal pretendia remanejar o quadro "A Fuga", que era exibido dentro do dominical "Agora é com Datena", para as quartas, como opção ao futebol da Globo. Mas diante da opção do apresentador de disputar os votos nas urnas por São Paulo, a Band fica proibida pela lei eleitoral de exibir o game- show no novo dia e horário.

A estratégia de exibição como programa solo foi a solução encontrada para compensar o patrocinador e não engavetar as três edições ainda inéditas já gravadas. Além disso, o futuro de "A Fuga" na grade da emissora estava dependendo dos resultados de audiência em seu novo espaço.

Neste novo cenário, a Band terá que renegociar o contrato e buscar uma nova solução para compensar a exposição da marca do patrocinador em sua grade. Se não houver entendimento, a única saída será o dinheiro injetado ter que ser deduzido dos seus recebíveis. Com isso, todos os custos de produção das edições inéditas do game-show serão arcados pela emissora.

"A Fuga" é um programa de perguntas e respostas feito em dupla e baseado no formato israelense "Raid The Cage".

No Brasil, ele estava sendo gravado pela produtora Floresta. Sua exibição original, negociada com o patrocinador, ocorria dentro do "Agora é com Datena" no horário nobre, entre 20h e 21h.

Mas os baixos índices alcançados pelo quadro fez com que a direção da Band optasse por retirá-lo do ar e passasse a dedicar mais tempo ao jornalismo no "Agora é com Datena”.

Mais Notícias