Intérprete de Desirée explica amor por Juvenal: "tratada pela primeira vez com respeito"

Priscila Assum vem fazendo sucesso como uma das "quengas" do bordel

Foto: TV Globo/Maurício Fidalgo

Publicado em 24/04/2018 às 09:49:35 ,
atualizado em 24/04/2018 às 13:35:56

Por: Fabrício Falcheti com Thiago Forato

Ela é uma das "quengas" do bordel que vem fazendo grande sucesso em "O Outro Lado do Paraíso". Priscila Assum é parada nas ruas com a pergunta: quando Desirée vai se casar com o "pato" Juvenal (Anderson Di Rizzi)?

"As pessoas vêm falar comigo já com um sorriso no rosto, dizem que se divertem com as artimanhas dela, todos dizem que estão torcendo pra que ela consiga conquistar o Juvenal", diz a atriz em entrevista ao NaTelinha.

Ela também conta como foram os preparativos para o papel e qual a abordagem que o autor Walcyr Carrasco queria para o núcleo: "Sabemos de todos os riscos que essas profissionais correm, mas na novela quisemos mostrar justamente a faceta alegre e divertida da profissão, a dança, a festa, a sensualidade".

Priscila ainda analisa os sentimentos de sua personagem por Juvenal, que começou como um golpe e depois virou amor verdadeiro. "Acho que o sentimento da Desirée nasceu a partir do momento em que ela conheceu um homem verdadeiro e foi tratada pela primeira vez com respeito", diz, levantando um debate na sequência.

"O Outro Lado do Paraíso" chega ao fim no dia 11 de maio e Desirée ainda passará por poucas e boas com Juvenal, como o cancelamento do casamento quando o lapidador de joias ver sua casa se transformando em um cativeiro para o sequestro de Tomaz (Vitor Figueiredo), orquestrado por Renato (Rafael Cardoso). Fortes emoções.

Confira a entrevista na íntegra:

Na novela, o núcleo do bordel é uma espécie da válvula de escape na trama, trazendo muito humor. A leveza ajuda a esquecer o quão pesado é esse universo?

Priscila Assum - Certamente. Todas as profissões tem suas dificuldades e a vida de uma garota de programa é muito difícil, começando pelo fato de ser uma das profissões mais antigas e ainda assim não ser reconhecida por lei e não ter seu amparo. Sabemos de todos os riscos que essas profissionais correm, mas na novela quisemos mostrar justamente a faceta alegre e divertida da profissão, a dança, a festa, a sensualidade.

Acho que a Desirée serve bem a trama, nesse sentido. Ela é pra cima, sem filtro, espontânea, tem um jeitinho extravagante, acho que ela consegue passar pelas dificuldades da vida sem pesar tanto, o lema dela é: “Lavou, tá novo!” (risos). Ela é intensa e talvez por isso cometa alguns erros, mas tem a essência pura.


publicidade

Você fez laboratório? Falou com garotas de programa? O que você fez para se inteirar deste universo?

Priscila Assum - Já havia feito laboratório na Prado Júnior e na Avenida Atlântica, aqui no Rio, pra uma outra personagem, também garota de programa, que fiz num filme há alguns anos. Porém, dessa vez a novela queria o lado alegre e divertido. A sensualidade e a dança estariam muito presentes em cena, por isso fizemos algumas aulas de pole dance e corpo com o Marcelo Aquino, que foi nosso preparador corporal e nos ajudou a encontrar a forma de andar e estar presente das nossas personagens.

Além disso, todo o elenco que entrou na segunda fase também participou de uma preparação com o diretor Eduardo Milewicz, o que nos possibilitou já chegarmos mais à vontade nas gravações. Assisti ainda a muitos filmes e séries, como gosto de fazer pra criar material. O filme “Noites de Cabíria” foi uma grande inspiração para mim.

Sua personagem se apaixonou por Juvenal, mas no começo era um golpe. Por qual razão acredita que esse sentimento mudou?

Priscila Assum - Acho que o sentimento da Desirée nasceu a partir do momento em que ela conheceu um homem verdadeiro e foi tratada pela primeira vez com respeito, aí não teve jeito, caiu de amores. Nessa hora eu aproveito pra levantar o debate e recordo que a própria Desirée disse que se ela tivesse contado a verdade desde o início, ele não teria dado nenhuma chance à ela. Quando a Desirée foi até a casa dele se desculpar, de coração aberto e perguntar se agora que ele sabia de tudo, se ela poderia ter alguma esperança com ele, a resposta dele foi que não e Juvenal justificou na ocasião que não gostava de “quenga”. No fundo, ela sabia disso desde o início, e talvez por isso mesmo o tenha enganado.

É preciso lembrar que os valores da Desireé foram criados naquele ambiente do bordel, em que muitas delas acreditam que para conseguir ter um relacionamento com alguém precisam mentir sobre a profissão que exercem, por conta de toda a carga de preconceito que elas carregam. Existe uma barreira do preconceito em relação a essa profissão que o Juvenal teve que transpor para ficar com ela. E, como a personagem mesmo diz, ela nunca havia sido tratada por ninguém como ele a tratou e acabou se apaixonando por ele de verdade.

Como é a abordagem nas ruas pela sua personagem? O que o público te diz? Esta é a personagem que mais te deu repercussão e retorno de público?

Priscila Assum - A reação das pessoas é das mais generosas, me sinto querida e fico feliz de perceber que a Desirée teve uma boa aceitação do público. Sem sombras de dúvida, Desirée é minha personagem mais popular. As pessoas vêm falar comigo já com um sorriso no rosto, dizem que se divertem com as artimanhas dela, todos dizem que estão torcendo pra que ela consiga conquistar o Juvenal e o que mais me perguntam é: Quando irei casar com meu "pato"?

Essa tal "chave do cofre"... Desconfia do que seja? Que método tão infalível é esse?

Priscila Assum - Olha, se existe algum método infalível para firmar e manter casamento... quero conhecer também! (risos). Isso é algo que só dona Caetana, mulher vivida, sabe! Ah, como amo contracenar com Dona Laura Cardoso, só de pensar nessa oportunidade, me emociono! O público precisa continuar assistindo a novela para descobrir o segredo!

Quais são seus projetos após a novela?

Priscila Assum - Continuar trabalhando e me desenvolvendo nessa minha profissão que tanto amo. Além da novela, também estou na série “O Mecanismo”, da Netflix, que já foi inteiramente gravada. Pretendo tirar uns dias de férias pra dar atenção ao marido e ao filho mas pretende voltar ao batente logo.



publicidade

LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade