Reportar erro
Longa

Diretor de “Blade Runner 2049” reprova o uso de CGI nas filmagens

harrisonford-ryangosling-bl_cc6673ac8ec281f2a0d1a6a443f6b119ecd31452.jpeg
Divulgação
Taty Bruzzi

Publicado em 11/07/2017 às 15:13:03

Em alta depois da boa repercussão de “A Chegada”, filme com o qual concorreu ao Oscar deste ano, Denis Villeneuve é o novo queridinho de Hollywood e responsável por “Blade Runner 2049”.

Estrelada por Harrison Ford e Ryan Gosling, a nova sequência do filme lançado em 1982 contará mais com efeitos práticos. Em entrevista à revista “Variety”, o diretor admitiu não gostar muito da tela CGI. “Uso o mínimo possível”, ressaltou.

Se dependesse somente do cineasta, Villeneuve teria feito os aliens de “A Chegada” (2016) utilizando apenas bonecos em um aquário, o que não foi possível por causa do alto custo.

“Sou muito da velha escola. Eu queria ter a chance de fazer o meu ‘Aliens’ [em ‘A Chegada’] como animatronics. Eu odeio telas verdes! Isso suga toda a minha energia. Eu fico deprimido”, disse.

Diretor de “Blade Runner 2049” reprova o uso de CGI nas filmagens

Falando ainda em relação ao seu último trabalho, o diretor aproveitou para elogiar o desempenho e a criatividade do cinegrafista Roger Deakins, que conseguiu criar paisagens através de truques.

“Para mim foi belo. Acho que posso contar nos dedos quantas vezes eu vi uma tela verde em todos aqueles meses de filmagem. Haverá melhorias com o CGI, é claro, mas o máximo possível foi desempenhado in-camera”, concluiu.

Com estreia marcada para 5 de outubro, “Blade Runner 2049” se passa 30 anos após a primeira aventura e traz Harrison Ford mais uma vez no papel do caçador de andróides Rick Deckard, que está desaparecido.

Na trama, a humanidade está correndo perigo depois que o oficial K (Ryan Gosling), desenterra um segredo capaz de colocar a sociedade em um verdadeiro caos e somente Deckard é capaz de ajudá-lo.

TAGS:
Mais Notícias