Exclusivo

Leka do BBB 1 relembra época em que posou nua para a Playboy: "Objetivo frustrado"

Alessandra Begliomini contou como superou a bulimia, amplamente explorado no reality show


Leka posada em cadeira; Leka na capa da Playboy após o BBB 1
Leka do BBB 1 relembra época em que posou nua para a Playboy - Foto: Divulgação e Reprodução Globo

Durante sua passagem pelo BBB 1, em 2002, Leka Begliomini expôs para o Brasil uma fragilidade sua e de milhões de mulheres por todo mundo: O transtorno de imagem. Durante o confinamento, a atriz sofreu com suas sucessivas crises, chegando a ter bulimia durante o jogo. A doença é caracterizada pela compulsão por comer e, posteriormente, ir ao banheiro provocar o vômito na tentativa de não engordar.

Após ter saído do reality show da Globo, Leka decidiu fazer um ensaio nu para uma revista masculina não só pelo dinheiro, mas também pela ideia de que faria bem a ela ser desejada por estar na capa de uma publicação. Alessandra precisou de bastante tempo para perceber que estava se sabotando e procurar ajuda para se curar do distúrbio.

Hoje, aos 48 anos, ela virou exemplo de superação da doença, mesmo que acredite que o processo de transformação foi muito difícil. Em entrevista exclusiva para o NaTelinha, Leka fala sobre seu livro, Loka, Eu?, que lançou sobre sua cura do transtorno de imagem, se teve arrependimento em posar nua para a Playboy e, ainda, se toparia ficar confinada novamente em um reality show. Confira!

Luta contra a bulimia

Além de já ter escrito publicações de comédia, a ex-BBB lançou recentemente um livro em que toca em uma ferida dela, hoje cicatrizada: O transtorno de imagem. Depois de ter o problema mostrado em todo brasil no reality show da Globo, ela passou anos em processo de terapia para se curar do distúrbio.

"Eu sempre gostei de escrever, sempre usei a escrita para expressar melhor meus sentimentos. Tinha escrito livro de comédia 'O diário de uma maluca' que se tornou o volume dois. mostrei para uma amiga e ela me falou que estava legal, mas que tinha um assunto pendente na vida, que eu tinha que falar algo a respeito da bulimia. Quando ouvi esse conselho achei ela louca, porque o transtorno alimentar ficou num lugar que eu não queria olhar depois de toda exposição", afirma.

"Ao longo de anos de terapia, eu também fui entendendo melhor como lidar com o problema com outro, ia levando. Só que chegou perto da pandemia, minha filha também estava virando adolescente. Eu comecei observar ela no grupo de amigas dela o quanto essa coisa da imagem também é importante. De repente comecei a escrever, pesquisar, buscar algumas respostas. Comecei a fazer uma coisa que eu nem imaginava onde ia dar, mas no final foi o maior processo terapêutico."

Leka Begliomini

Participação no BBB 1

Leka do BBB 1 relembra época em que posou nua para a Playboy: \"Objetivo frustrado\"

Ao ficar famosa por participar do BBB1, Leka não imaginou que sua vida mudaria muito, já que o reality show era novidade para todo mundo. 24 anos depois, a edição em que ela entrou foi exibida pelo Canal Viva, mas Alessandra não gostou muito de se ver no jogo.

"Eu sou muito crítica, então tudo que eu vejo meu é um sofrimento. Eu escolhi não me ver em algumas coisas, mas não pelo Big Brother e sim algo da minha vida. A única coisa que eu consigo ver fazendo e não sofrer é o teatro, mas é porque o modo de evolução, ajuda a você buscar novos caminhos. Mas entrevistas, o Big Brother... É uma dor horrível pra mim, um dia ainda resolvo esse problema", explica.

Ao ser perguntada se faria um reality show de confinamento de novo, Leka avalia que é uma decisão difícil por conta das tarefas que tem atualmente, mas não descarta a possibilidade de dar a cara a tapa para o Brasil de novo.

"Sou uma pessoa totalmente intuitiva, totalmente emocional, então a lógica não é o que me rege, a melhor tática minha é ser mais autêntica possível possível. Se eu seguir uma linha de razão, eu não vou sustentar. Eu posso tentar por uns dias dias, mas quando a emoção aflorar eu boto toda a tática por agua abaixo. Eu tentaria fazer o que eu fiz a primeira vez, que é ser eu mesma, mais espontânea possível", avalia.

Leka Begliomini

Ensaio nua para a Playboy

Logo que foi eliminada do BBB 1, Leka aceitou o convite da Playboy para um ensaio nu, não apenas pelo dinheiro, mas pela ideia de que estar numa capa de revista masculina, ela se mostraria magra, gostosa e desejável para o público. Mas o conceito que ela achava caiu por terra ao perceber que o objetivo não era real.

"Não é um arrependimento, mas um objetivo frustrado na vida. Era uma boa grana, isso seduzia e eu precisava, mas não foi só o dinheiro que me levou a fazer a Playboy. Acreditava realmente que, quando eu tivesse na capa de uma revista como a Playboy, eu me veria livre dessa coisa que eu tinha com a imagem. Eu pensava que eu ia me sentir magra, gata, todos aqueles valores que, naquele momento, eram muito importantes pra mim", analisa.

"Lembro de assinar o contrato pensando que o valor era X, mas a certeza que eu sou (gata, gostosa). Entendeu? Porque eu não achava. A maior cilada da vida é você tentar buscar nos outros respostas que você não consegue se dar, isso é o maior aprendizado dessa história. Não arrependo porque foi importante pra chegar aonde estou hoje. Estou muito feliz pelo caminho feito, orgulhosa de tudo que eu busquei. Não é fácil porque é preciso ter coragem pra falar sobre alguns assuntos que as pessoas ainda têm muito preconceito."

Leka Begliomini

Confira essa reportagem em vídeo:

Imagem da thumbnail do vídeo

Siga a gente no Instagram

Acompanhe nosso perfil e fique por dentro das quentinhas da TV e famosos

ACESSE!
TAGS:
Mais Notícias
Outros Famosos

Enviar notícia por e-mail


Compartilhe com um amigo


Reportar erro


Descreva o problema encontrado