Reportar
erro
Não faria de novo

Evangélica, ex-BBB Natália Nara se arrepende de ter posado nua: "Traumatizante"

Atualmente, a cearense é diaconisa de uma igreja do litoral de São Paulo


Montagem de fotos de Natália Nara hoje em dia e na capa da Playboy
Natália Nara foi capa da Playboy após participar do BBB 5 - Reprodução/Instagram e Internet
Por Redação NT

Publicado em 07/02/2022 às 14:12:13

Natália Nara chegou ao BBB 5 com o desejo de ver a carreira de modelo deslanchar. A cearense até conseguiu o que pretendia com o reality show da Globo, mas, ainda na casa mais vigiada do Brasil, sentiu que precisava mesmo era de uma reconexão espiritual. Após passar pelo programa, a morena recebeu diversos convites, mas entrou em crise e viu que não era aquilo que ela queria para sua vida. Um dos trabalhos que Natália realizou depois do Big Brother foi um ensaio de capa para a Playboy. "Foi a pior coisa que eu fiz na vida. Não existe nada pior do que isso. Horrível. Abusador e traumatizante. Fez um estrago emocional muito grande em mim, mas, graças a Deus, já fui curada", contou, em entrevista ao Splash.

"Outra revista tinha me chamado na mesma época e ofereceu o dobro, mas aceitei a Playboy pelo prestígio e pelo cachê", acrescentou. Convertida desde 2005, hoje a modelo é diaconisa da Igreja Bola de Neve, de Santos, no litoral sul de São Paulo. Ao lado do marido, com quem está há dez anos, ela é responsável pelos adolescentes da congregação. "É como se fosse uma igreja dentro da igreja. A igreja tem uns mil membros e são cerca de 100 adolescentes. Pastoreamos esses jovens, embora não tenhamos o título de pastores. A gente cuida, aconselha e acompanha", explicou.

Com a conversão, Natália diz que parou de fazer campanhas publicitárias em que se sentia exposta como modelo. Apesar de afirmar que nunca foi repreendida por nenhum membro da igreja da qual faz parte, ela recorda da vergonha que sentiu ao se ver em um anúncio de biquíni, em uma fachada de uma clínica de estética, após um culto enquanto lanchava com amigos da instituição religiosa. "Foi o próprio Espírito Santo que me constrangeu. Primeiro ele mostra o nosso valor e depois restaura a nossa identidade. Todas as minhas decisões começaram a ser pautadas no valor que eu descobri ter", observou.

Convertida, Natália Nara não aceita mais fazer fotos de lingerie

Evangélica, Natália Nara tem selecionado a dedo os trabalhos que faz como modelo. Ensaios sensuais de lingerie, por exemplo, ela passou a recusar: "Outros tipos de peça, passei a fazer quando me davam liberdade para escolher o que usaria nas fotos. Quem me contratou já sabia que eu tinha me convertido e que não usaria nenhuma roupa sensual", revelou, ainda para a mesma publicação.

"Aprendi que não sou só um corpo e que a sensualidade mata a beleza", acrescentou a cearense, que tem dois filhos: uma menina de três anos e um menino recém-nascido.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
TAGS:
Mais Notícias
Outros Famosos