Reportar erro
Por Bolsonaro

Hospital Albert Einstein processa José de Abreu por publicação

Ator global alegou que a instituição apoiou atentado para que Bolsonaro fosse eleito

José de Abreu
José de Abreu - Foto: Reprodução
Laís Lubrani

Publicado em 12/01/2019 às 16:17:00

O Hospital Israelita Albert Einstein comunicou que recorrerá à justiça brasileira contra José de Abreu.

Segundo a revista Veja, a decisão da instituição foi tomada depois que o ator publicou um tuíte onde acusava o hospital de apoiar o ataque contra Jair Bolsonaro, ocorrido em setembro de 2018, para que ele fosse eleito.

“Teremos um governo repressor, cuja eleição foi decidida numa facada elaborada pelo Mossad, com apoio do hospital Albert Einstein, comprovada pela vinda do PM israelense, o fascista matador e corruptor Bibi. A união entre a igreja evangélica e o governo israelense vai dar m*", escreveu o ator em seu Twitter no dia da posse de Jair. A mensagem foi apagada logo depois.

No comunicado oficial, a instituição alegou que a acusação foi "grave, insultuosa e infundada". Além disso, comunicou que tomará as medidas judiciais cabíveis a fim de "zelar seu compromisso com a sociedade brasileira".

Vale lembrar que, na época do atentado à faca sofrido por Jair Bolsonaro, o então candidato à presidência ficou internado durante 22 dias no hospital Albert Einstein.

 

Mais Notícias
Outros Famosos