Reportar erro
Público LGBTQ+

Anitta rebate seguidores: "É um direito meu não querer opinar sobre política"

Usuários do Twitter levaram o assunto aos destaques da rede social

 Anitta rebate seguidores: "É um direito meu não querer opinar sobre política"
Reprodução

Laís Lubrani

Publicado em 19/09/2018 às 16:00:35

Nesta quarta-feira (19), os seguidores da cantora Anitta se posicionaram indignados diante de uma atitude da cantora. Isso porque a funkeira começou a seguir no Instagram uma conta que se posiciona favorável ao candidato à presidência da República Jair Bolsonaro.

O público de Anitta, boa parte da comunidade LGBTQ+ e maior alvo de Bolsonaro durante a campanha política, se revoltou contra a atitude da cantora.

Diversos tweets tiveram o assunto como alvo. Veja no final da matéria. 

Ao se deparar com a polêmica, Anitta se manifestou em seu Twitter: "É um direito meu não querer opinar sobre política e eu só estou exercendo esse direito. Eu não segui um perfil em apoio à nenhum candidato. Segui um perfil de uma amiga de oito anos que finalmente consegui reencontrar e se ela escolheu expor seu voto é um problema dela. Não quero ser obrigada a odiar ninguém por isso. Não quero ser obrigada a fazer campanha política quando não foi esse o trabalho que escolhi. É totalmente incoerente dizer que eu apoio a morte à comunidade LGBTQ+ quando eu faço parte dela. Estaria apoiando minha própria morte.O que eu acho que eu possa fazer para apoiar as comunidades que eu defendo e/ou faço parte, que realmente acredite tenha capacidade de mudar em algo eu faço".

Usuários ainda ironizaram a postura da cantora que, ao dizer que faz parte da comunidade, estaria falando sobre sua orientação sexual. Outros fãs ainda disseram que caso ela não se manifestasse, estaria provando que tem interesse apenas no dinheiro que recebe desse público. 

Nas redes sociais,  Anitta também foi comparada a outras cantoras como Beyoncé, Katy Perry e Lady Gaga que já se posicionaram a favor do público LGBTQ+.

A cantora se manifestou também em sua conta do Instagram. No Stories, disse: "Sou uma cidadã igual a a vocês. Eu tenho sim o meu candidato. Mas assim como vocês eu também tenho direito a voto secreto e não quero dar minha posição política”.

Confira a repercussão:

TAGS:

Mais Notícias