Reportar erro
Polêmica

Advogado de Morgan Freeman exige retratação da CNN após denúncias de abuso

freemandeus_f831e7405774e0c2db0593c4ea95556a1c1645b5.jpeg
Divulgação
Redação NT

Publicado em 29/05/2018 às 16:28:49

Um advogado de Morgan Freeman exigiu retratação do canal de notícias CNN sobre as denúncias de abuso sexual contra o ator.

Aos 80 anos, Freeman foi acusado por pelo menos oito mulheres de comportamento inadequado nos sets de seus filmes e eventos de mídia relacionados aos projetos.

Em uma carta enviada à emissora americana, o advogado Robert M. Schwartz afirma que o ator é inocente e que a CNN foi "usada injustamente para atacá-lo", segundo informações da revista Variety.

Ele alega que a jornalista Chloe Melas, uma das que produziram a reportagem, foi "pescada e estimulada" a falar contra Freeman, por motivos pessoais. A repórter disse que foi assediada pelo astro durante uma entrevista para o filme "Despedida em Grande Estilo", perguntando sobre seu corpo.

Uma assistente de produção que trabalhou no mesmo longa também falou à CNN sobre um assédio sofrido, quando o ator tentou levantar sua saia repetidamente a fim de ver se ela estava usando roupas íntimas.

E uma outra mulher que trabalhou com Freeman em "Now You See Me" afirmou que ele fez comentários inapropriados sobre seu corpo, bem como para mais uma funcionária.

Após a publicação da notícia, na semana passada, Morgan Freeman pediu desculpas por seu comportamento: "Qualquer pessoa que tenha trabalhado comigo ou me conheça sabe que eu não ofenderia intencionalmente qualquer pessoa sabendo que eu poderia lhe causar desconforto. Eu peço desculpas para qualquer pessoa que tenha se sentido desconfortável ou desrespeitada - essa nunca foi minha intenção".

Mais Notícias
Outros Famosos