Veja famosos que assumiram sua sexualidade após a fama

Divulgação

Publicado em 08/09/2017 às 15:10:24

Por: Taty Bruzzi

Nunca se falou tanto em sexualidade como ultimamente. O mundo mudou, mas as preferências sexuais de cada um ainda é um tabu. Principalmente, em se tratando de celebridades.

Enquanto que para alguns não há problemas em se assumirem homossexuais ou bissexuais, outros ainda acreditam que a vida privada ainda possa refletir negativamente na vida pública ou profissional.

Destacamos oito celebridades, famosos nacionais e internacionais, que assumiram sua sexualidade após a fama. Algumas, inclusive, tiveram problemas na carreira depois disso.

Alessandra Maestrini

Natural de Sorocaba, Alessandra Maestrini ficou conhecida do grande público ao interpretar a empregada Bozena no sitcom “Toma Lá Dá Cá”, de Miguel Falabella. Em 2014, durante uma temporada de esqui na Argentina, a atriz e também cantora revelou em entrevista a “Caras” sua bissexualidade. Na ocasião, ela fez questão de ressaltar que não estava se exibindo, mas cansada de se esconder. “Estou me assumindo porque estou exausta. Pra mim já deu. Sabe?”, disse.

Amber Heard

Quando se assumiu homossexual, Amber Heard perdeu muitas oportunidades de trabalho. Sua vida profissional só deu uma melhorada depois que a atriz se envolveu com Johnny Depp. O casamento durou pouco, mas foi graças a este relacionamento que ela voltou a atuar e se tornou um pouco mais conhecida.

Angelina Jolie

Ao lado de Brad Pitt, a bela Angelina Jolie protagonizou o casamento dos sonhos, com muito amor e a formação de uma família linda. No entanto, poucos sabem, ou se lembram que na década de 90, bem antes da atriz sonhar em se envolver com o galã, Jolie se assumiu bissexual. Na ocasião, ela chegou a comentar que já havia namorado tanto meninos quanto meninas.


publicidade

Greta Garbo

Greta Garbo foi sem sombra de dúvidas uma das grandes divas de Hollywood, tendo em seu currículo trabalhos memoráveis como “A Dama das Camélias” (1936), por exemplo. De repente, sua carreira começou a cair em declínio após rumores de que a atriz era homossexual e mantinha um romance com outra dama do cinema, a bela Marlene Dietrich. E embora os rumores nunca tenham sido confirmados, o fato dela nunca ter se casado ou tido filhos favoreceram o fim do seu sucesso como atriz no final da década de 30.

Jodie Foster

Ela estreou ainda adolescente no cinema como uma garota de programa de apenas 12 anos no filme “Taxi Driver”, com quem contracenou com Robert De Niro. Dali em diante, Jodie Foster construiu uma carreira brilhante. Venceu dois Oscars por seus trabalhos em “Acusados” (1988) e “O Silêncio dos Inocentes” (1991). Até que em 2013, durante cerimônia do Globo de Ouro, a atriz decidiu revelar em seu discurso que era homossexual. Depois disso, Foster nunca mais conseguiu emplacar um papel significativo e de destaque em Hollywood.

 

Luiz Fernando Guimarães

O ator ganhou notoriedade ao participar do “TV Pirata” (1988), um dos programas mais irreverentes da televisão brasileira e responsável por levar ao estrelato nomes como Cláudia Raia, Marco Nanini, Débora Bloch, Diogo Vilela, Ney Latorraca e Guilherme Karan, dentre outros. Desde então, Luiz Fernando Guimarães construiu sua carreira na comédia, protagonizando, ainda, atrações como “Programa Legal” (1991), ao lado de Regina Casé, e “Os Normais” (2001), com Fernanda Torres. Em 2015, assumiu publicamente sua homossexualidade ao revelar ser casado com um homem desde 2004.

Marco Nanini

Iniciou sua carreira na TV como figurante da novela “As Pontes do Suspiro” (1969), na TV Globo, e não parou mais. No teatro, estrelou, ao lado do amigo Ney Latorraca, a montagem “Os Mistérios de Irma Vap”, peça que permaneceu em cartaz por 11 anos, entrando para o Guinness Book . Um dos trabalhos mais elogiados de Marco Nanini na TV foi o remake do seriado “A Grande Família” (2001), no ar durante 13 anos, no qual fazia o personagem Lineu. Embora o ator tenha se revelado gay somente em 2011, ele disse que nunca esteve “dentro do armário”.

Netinho

Ganhou fama como vocalista da Banda Beijo, em meados dos anos 80. Já nos anos 90, Netinho decidiu investir na carreira solo e conseguiu fazer muito sucesso com o hit “Milla”. A canção foi uma das mais tocadas na época, chegando a ser regravada em mais de oito línguas, enquanto que o CD vendeu cerca de 12 milhões de cópias. Em 2008, após três anos estando afastado da mídia, o cantor de Axé concedeu entrevista ao “Fantástico” e afirmou ter tido relações com homens e mulheres. Em 2013, Netinho foi internado diagnosticado com adenomas do fígado em função do uso de anabolizantes, o que ocasionou uma série de derrames cerebrais. Ao sair desta fase ruim, retornou aos palcos. Durante apresentação no “Domingão do Faustão”, o cantor disse ter se arrependido das escolhas que fez e agradeceu ter recuperado sua saúde.

 



publicidade

TAGS:

LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade