Vida que segue

Naldo reaparece publicamente em jogo beneficente após fazer retiro espiritual

Cantor foi acusado de agressão à mulher e preso por porte ilegal de armas

 Naldo reaparece publicamente em jogo beneficente após fazer retiro espiritual
Reprodução

Redação NT

Publicado em 23/12 às 09:02:27

Acusado de agressão à mulher e detido por porte ilegal de armas no início do mês, Naldo Benny vai retomando sua rotina após passar por um retiro espiritual.

continua depois da publicidade

Segundo o jornal Extra, o funkeiro participou na última quinta-feira (21) de uma partida de futebol beneficente promovida pelo jogador Emerson Sheik em Mangaratiba, no estado do Rio.

Naldo levou o pai ao evento e apareceu sorridente, posando para fotos. Só não falou nada sobre Mulher Moranguinho.

Depois de ser solto no mesmo dia da prisão, o cantor passou um período em retiro espiritual na Igreja Batista da Lagoinha, em Minas Gerais, a mesma que transformou Guilherme de Pádua em pastor, após 15 anos de conversão.

continua depois da publicidade


Naldo posa com o ex-jogador Zinho e o pai em jogo beneficente

Ellen Cardoso denunciou o marido após agressões que teria sofrido no dia 2 de dezembro, com direito a socos, chutes, puxões de cabelo e até golpe com garrafa. Ela ainda teria contado que Naldo possuía uma arma sem registro em casa, e por isso acabou preso em flagrante. Pagou fiança e foi liberado no mesmo dia, mas responderá por lesão corporal, ameaça e injúria.

continua depois da publicidade

Depois, o cantor gravou um vídeo onde chorou e pediu perdão à esposa: "Quero incansavelmente pedir perdão à minha mulher. Eu amo muito a minha mulher. Quem me conhece sabe o cara de bem que eu sou. O quanto estou buscando me cuidar com profissionais, com situações que ela mesma falava para mim. Estou aqui morrendo de saudade da minha filha, da minha mulher. Estou aqui no quartinho dela olhando todas fotos nossas, arrependido, destruído, sem a menor vergonha de falar. Eu sei que as pessoas vão me bater, me julgar...".

continua depois da publicidade

Na delegacia, Mulher Moranguinho contou que as agressões aconteciam há sete anos, sempre por ciúmes. Agora, Naldo Benny está proibido de se aproximar da mulher, de seus familiares e das testemunhas do caso, numa distância mínima de 100 metros.