Fani Pacheco volta a malhar e publica texto motivador nas redes sociais

Reprodução

Publicado em 26/09/2017 às 12:05:28 , atualizado em 26/09/2017 às 12:59:44

Por: Fabrício Falcheti

Com 83 quilos e esbanjando seu manequim plus size no YouTube, Fani Pacheco resolveu voltar a malhar na academia.

Na manhã desta terça-feira (26), ela publicou uma foto em seu Instagram onde aparece fazendo agachamento em um aparelho e escreveu um texto motivador.

"I 'm back!!! Independente do manequim que vc veste, Malhe!!! Fortaleça seus músculos independente das formas do seu corpo ou padrão de beleza. Nós precisamos manter nossos músculos "acordados " e fortes.Afinal, se beneficiar pelas substâncias químicas que relaxam nossa mente não é nada mal. 'DÁ ONDA'...rs. Malhando tenho muito mais disposição pra acordar, estudar e não cansar apenas subindo uma escada. É tendo qualidade na vida que se vive . Não é fácil começar ou recomeçar.Mas, a frase de ordem é: nunca desista de se amar! É um hábito que deve ser criado e tão necessário quanto escovar os dentes. Nosso corpo é nossa máquina. 'Enferrujar'??? Ah não! Eu não permito mais!!! Pense sobre isso!!! E vamos???", disse ela.

 

Os seguidores incentivaram a ex-BBB. Siiiimmmmm! Você é uma linda", dusse um. "Mulher humilde ... minha musa", bradou outro. "Linda ate malhando", falou mais um. "Muita personalidade. To gostando de conhecer esta sua versão. Muito verdadeira e realista", elogiou outro. "Obrigada pelo incentivo, deixei de malhar por ter engordado e a 3 meses seguindo vc voltei com garra e foco, sem padroes apena recomeçar", agradeceu mais uma. "Linda, nunca gostei de malhar, mas vc falando isso, me deu vontade de tirar a bunda da cama. As vezes a gente sabe, mas tem uma palavra que a gente precisa ouvir... Vá!", comentou outra.

Fani Pacheco vem tendo repercussão com seu canal no YouTube, "Fani Quebra o Padrão". Recentemente, ela, que já é advogada formada, começou a faculdade de medicina e pretende se especializar em psiquiatria, motivada pelo drama que vive com a mãe, que sofria de esquizofrenia e morreu em 2014.

 



LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade