Reportar erro
Eita

Conselheira do CADE pede investigação na Globo por suposto monopólio de novelas

Pedido foi direcionado para a Procuradoria Geral do órgão

Adriana Esteves atuando em Amor de Mãe
Adriana Esteves atuou em Amor de Mãe - Foto: Reprodução/Globo
Redação NT

Publicado em 29/06/2021 às 15:43:00,
atualizado em 29/06/2021 às 16:09:10

O CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) pode investigar a Globo por suposto monopólio na exibição de novelas. Na última segunda-feira (28), a conselheira Paula Farani de Azevedo Silveira pediu a investigação para a procuradoria-geral do órgão porque o canal antecipou a renovação contratual de alguns dos seus atores.

“Segundo noticia a imprensa, ‘a Globo está sendo cautelosa porque em breve a Netflix começará a gravar novelas. A emissora global teme perder artistas renomados, como aconteceu com Caio Castro, Bruno Gagliasso, Marco Pigossi, Milhem Cortaz, Lee Taylor, Sheron Menezzes, entre outros’”, diz um trecho do documento, divulgado primeiramente pelo site O Antagonista.

“Como é cediço, a Rede Globo detém posição dominante no mercado de programação de conteúdo para TV Aberta e Fechada, de âmbito nacional, já constatado pelo Tribunal do Cade.”, acrescenta a argumentação da conselheira.

“Uma das maiores fontes de audiência e, consequentemente, de renda da emissora são suas novelas que não são objeto de concorrência, a uma porque as emissoras de canal aberto rivais não têm capital suficiente para investir em produções da mesma qualidade, a duas porque o principal insumo - atores de renome e qualidade - são contratados com exclusividade pela Rede Globo e, por conseguinte, retirados do mercado”, completa o documento.

Na visão da integrante do Conselho Administrativo de Defesa Econômica, o trabalho de renovação da Globo seria uma suposta forma de impedir a “entrada de um novo player no mercado merece a atenção e imediata ação da autoridade de defesa da concorrência”, como a Netflix, por exemplo.

O documento agora será analisado pelo Procurador Geral do CADE, Walter Angra, e ele decidirá se dará prosseguimento ao pedido. Caso o processo não seja arquivado, a sugestão de Paula é que “sejam remetidas as notícias anexas para instauração de um processo administrativo para imposição de sanções administrativas por infrações à ordem econômica”.

Procurada pelo NaTelinha, a Globo informou que não irá se manifestar.

Globo e as novelas na pandemia

imagem-texto

Por conta da pandemia da Covid-19, a Globo paralisou os trabalhos de gravações em março do ano passado e iniciou uma série de reprises de novelas no horário nobre. As filmagens voltaram – mas de forma lenta – e apenas dois folhetins com capítulos inéditos retornaram, como Amor de Mãe (2019-2021) e Salve-se Quem Puder.

O canal tem gravado Quanto Mais Vida Melhor (às 19h), Nos Tempos do Imperador (às 18h) e Um Lugar ao Sol (às 21h). A emissora também tem trabalhado em pré-produção com Pantanal, Além da Ilusão e Cara e Coragem.

Mais Notícias