Reportar erro
Comemoração

10 anos depois de atacar o Ibope, Record comemora audiência em reportagem

Em 2009, emissora fez críticas públicas ao instituto de medição

"Domingo Espetacular" mostrando a audiência da Record
No "Domingo Espetacular", Record fez reportagem especial comemorando sua audiência - Foto: Reprodução/Record
Naian Lucas

Publicado em 06/05/2019 às 13:59:31

A Record está satisfeita com os resultados de audiência que conquistou no primeiro quadrimestre de 2019. De acordo com a emissora, é o melhor resultado dos últimos 10 anos. O bom desempenho rendeu até reportagem especial no “Domingo Espetacular” na noite deste domingo (05). Porém, a comemoração vai na contramão da atitude que o canal teve há 10 anos.

Em 2009, a Record realizou uma reportagem também na sua revista eletrônica para atacar o Ibope. Foram 17 minutos de reportagem para relatar o apagão dos números da medidora de audiência na época, insinuando um possível favorecimento para a concorrente, no caso a Globo.

O Ibope apresentou problemas na sua medição em novembro daquele ano. O instituto atribuiu a falha às operadoras móveis, responsáveis pela transmissão dos dados em tempo real. Contudo, Vivo e Tim negaram a informação, o que foi o suficiente para o ataque do canal de Edir Macedo.

A insatisfação da Record em relação ao Ibope foi tão grande, que ela apoiou a entrada da GFK no Brasil para concorrer com o instituto. A empresa alemã acabou não cumprindo com as promessas de contrato e ainda indicou resultados semelhantes ao da concorrente na luta da audiência.

10 anos depois, a emissora enxerga os seus índices crescerem na Grande São Paulo e em todo país, liderando em boa parte do tempo em Goiânia e Salvador. Ironia do destino, os números divulgados pelo canal são da Kantar Ibope.

A reportagem do "Domingo Espetacular" entrevistou especialistas em jornalismo e televisão, além de conversar com telespectadores nas ruas. “A primeira coisa que mudou na Record nesses quatro meses foi o tripé que tem na programação: o jornalismo, pois está muito mais ao vivo, então tem mais respiro, e a área de shows, que consegue atingir um bom público durante todo o dia. E a mistura da área de shows com o jornalismo”, comentou o jornalista Ricardo Feltrin.

A emissora tem usado os dados do Ibope para divulgar os resultados das suas atrações ao mercado publicitário e público, mas evita fazer elogios públicos a empresa que um dia tanto criticou.

Mais Notícias