Volta à Record TV

Após participação em "O Outro Lado do Paraíso", Ernani Morais fará Nicodemos em "Jesus"

Raphael Montagner e Daniel Villas são outros nomes escalados


ernanimoraes_14ee2307ee6cf0e3f17de90c09ce79cec954293b.jpeg
Reprodução

Com previsão de estreia para junho, a Record TV está a todo vapor escalando os atores para sua próxima novela bíblica, "Jesus".

Ainda sem definição do protagonista, que, obviamente, interpretará Jesus Cristo, a trama acaba de acertar os nomes de Ernani Morais, Raphael Montagner e Daniel Villas.

O primeiro, mais experiente, fez uma participação recente na novela "O Outro Lado do Paraíso" e voltou agora para a Record TV, onde já havia atuado em "A Terra Prometida" (2016) e "Milagres de Jesus" (2014). Agora, viverá Nicodemos, personagem importante que ajudou na preparação do enterro de Jesus após sua crucificação.

Já Raphael, que está na emissora desde 2013, quando fez "Dona Xepa", será Longinus, um soldado romano. E Daniel Villas, lançado pela Record TV na série "A Lei e o Crime", em 2009, interpretará Malco, mencionado na Bíblia como servo do sumo sacerdote Caifás, que foi golpeado na orelha por Simão Pedro durante a prisão de Jesus no Getsêmani.

Além dos três nomes apurados pelo NaTelinha, também já estão certos em "Jesus" os atores Vanessa Gerbelli, André Gonçalves, Giuseppe Oristânio, Marcella Muniz, Rayanne Morais, Gabriel Gracindo e Paulo Figueiredo.

Para fazer Jesus, a Record TV segue estudando atores, mas tem a intenção de selecionar algum rosto novo na televisão, com boa imagem e que não tenha se envolvido em polêmicas, para poder representar bem o filho de Deus.

Quem faz grande esforço para ganhar o papel é Theo Becker, que nos últimos meses vinha realizando campanhas nas redes sociais, estudou a Bíblia, perdeu peso, foi batizado na Igreja Universal e até mudou seu nome para Theo Becker de Oliveira.

Em fevereiro, pelo Instagram, ele disse: "Vou descansar das redes sociais e focar na Bíblia, aqui encerro minha campanha, fiz tudo que estava em meu alcance com uma força 1000 vezes maior que a minha, foi Deus e agora entendo que quando falamos isso, que fomos tocados, os outros ficam tão bravos que nos chamam de malucos por verem a felicidade e emplogação que nos tomou por completo, e por termos a certeza que Deus nos ama infinitamente".

Mais recentemente, gerou polêmica ao criticar a emissora: "A Record insiste em me tirar do ar porque sou macho demais pra uma emissora onde todos os galãs são gays". Após muita repercussão, um novo post no Twitter afirmou que a conta havia sido hackeada.

De autoria de Paula Richard, "Jesus" contará com gravações em Jerusalém e tem previsão de estreia para junho, substitindo "Apocalipse" na faixa das 20h30.

TAGS: