Joaquim Lopes fala sobre "Império" e diz que já foi cantado por homem

Divulgação/TV Globo

Publicado em 27/10/2014 às 09:02:10

Por: Sem autor

Atualmente obtendo grande repercussão com o homofóbico Enrico na novela "Império", o ator Joaquim Lopes falou sobre sua carreira e repercussão do papel.

Em entrevista para o jornal Extra, Joaquim disse que as cenas que ele atua são de uma energia muito pesada e requerem uma carga dramática muito forte: "São cenas com uma energia muito pesada. A homofobia, a briga com o pai e esse rompimento com a família são situações que exigem muito física e emocionalmente. Foi puxado. Quando gravei a cena em que o Enrico bate no travesti, tive uma crise de choro. Foi uma catarse, porque estava numa sequência pesada e essa foi a última cena. Serviu para botar para fora a energia acumulada da semana. Depois ficou tudo bem".

Ele também disse que, mesmo com o teor homofóbico do papel, tem recebido cantadas: "Estava numa balada e chegou um cara para me xavecar. Falei: 'não sou gay, sou hétero, mas pode deixar que o dia em que eu virar você vai ser o primeiro para quem vou ligar'. Nunca tive atração por homens, mas respeito pra caramba. O desejo das pessoas é algo muito particular. A gente não pode se meter".

Atualmente, "Império" tem marcado médias acima dos 33 pontos de audiência, batendo recordes e atingindo picos de até 40 pontos na Grande São Paulo.
 



COMENTÁRIOS