Reportar erro
Novelas

Anderson Di Rizzi lamenta fim de "Amor à Vida": "Bate um vazio"

92d0abdf357b1ad2aaa634165055d938.jpg
Divulgação/TV Globo
Redação NT

Publicado em 01/02/2014 às 09:02:34

Sucesso na pele do Palhaço, que fez par com Valdirene (Tatá Werneck) em “Amor à Vida”, o ator Anderson Di Rizzi falou sobre o fim da novela.

Em entrevista para o jornal “O Globo”, ele confessou que ficou com um vazio no peito com o fim da trama de Walcyr Carrasco: “Bate um vazio. Por mais que estivéssemos cansados, era sempre muito prazeroso gravar. Já era esperado que o Palhaço crescesse na história, que aquele núcleo funcionasse”.

Anderson diz que o desfecho do casal Palhaço e Valdirene foi o melhor possível, na visão dele: “A gente procurou trazer um final feliz para eles, que fosse engraçado, mas ao mesmo tempo bonitinho, tem uma coisa no jeito deles de se olharem, o carinho e o respeito um pelo outro”.

O ator também comenta que Tatá e ele ficaram bem amigos: “Ficamos muito amigos. Na reta final choramos muito, nos abraçamos, fizemos uma oração agradecendo a Deus e mandando energia para o universo, pedindo que a gente se encontre em outros projetos”.

“Amor à Vida” teve seu último capítulo exibido na noite desta sexta (31), na Globo.

Mais Notícias