Clone de "Avenida Brasil", "Avenida Peru" não empolga e derruba Ibope

Divulgação

Publicado em 19/10/2013 às 16:20:04

Por: João Gabriel Batista

Lançada em maio deste ano sob um alto volume de investimentos e com a intenção de repetir o fenômeno de "Avenida Brasil" no Peru, "Avenida Peru" vem sendo uma das maiores decepções da televisão peruana.
 
A novela, que vai ao ar na faixa das 20h, estreou no mês de maio com índices na casa dos 14 pontos - os quais eram considerados bastante satisfatórios para o patamar da ATV, uma das maiores emissoras de TV no país.
 
No entanto, com o decorrer das semanas, "Avenida Peru" entrou em trajetória contrária à da versão brasileira e deixou de interessar ao telespectador local. Seus índices caíram para a casa dos 7 a 8 pontos, os mesmos da antecessora "Corazón Valiente", que levava vantagem por ser um enlatado e, portanto, com custos menores.
 
Outro fator negativo gerado a partir da audiência de "Avenida Peru" é o resultado alcançado por "Fina Estampa", que vai ao ar logo na sequência. A novela de Aguinaldo Silva vinha tendo entre 10 e 13 pontos.
Os índices caíram e passaram a oscilar entre 8 e 10 pontos, já que a trama passou a herdar o horário em baixa.
 
Além do nome, "Avenida Peru" teve seu material gráfico e muitos pontos de sua concepção baseados em "Avenida Brasil". Às vésperas da estreia, o produtor Michel Gomez justificou a inspiração: "Na verdade, no ano passado, no Brasil, foi feita uma novela chamada Avenida Brasil, que foi a mais sintonizada da história da televisão carioca, mais que Vale Tudo. Gostei do título e pensei que, se havia uma Avenida Brasil por lá, aqui também poderia haver uma Avenida Peru".
 
Vale lembrar que a Globo não autorizou nenhum tipo de adaptação ou remake de "Avenida Brasil". Embora a emissora já tenha trabalhado com estes tipos de parceria, como na versão latina de "O Clone", de Glória Perez, a trama de João Emanuel Carneiro se limitou a ser exportada em seu formato original.
 


COMENTÁRIOS