Reportar erro
Luto

Jornalistas lamentam a morte de Jorge Bastos Moreno, do grupo Globo

Moreno era jornalista político e extremamente respeitado no meio

jorgebastosmoreno_b0f7e2e58af9e09c9cde47c46bcfceb2c77b88f5.jpeg
Reprodução
Fabrício Falcheti

Publicado em 14/06/2017 às 13:53:02

O jornalismo está de luto. Morreu na madrugada desta quarta-feira (14) o jornalista Jorge Bastos Moreno, profissional extremamente respeitado com serviços prestados para vários veículos do grupo Globo, como jornal O Globo, rádio CBN, Canal Brasil e Globo News.

Ele tinha 63 anos e faleceu devido a um edema agudo de pulmão decorrente de complicações cardiovasculares.

Nas redes sociais, vários colegas jornalistas lamentaram a perda. Confira alguns comentários:

Moreno nasceu em Cuiabá, viveu em Brasília desde a década de 1970 e há 10 anos morava no Rio.

Com mais de 40 anos de carreira, era jornalista político dono de uma longa agenda de fontes e responsável por inúmeros furos, entre eles a nomeação de João Figueiredo como sucessor do general Ernesto Geisel, em 1979, e uma prova cabal que ligava Fernando Collor aos cheques de "fantasmas" do esquema PC, em 1992.

O corpo de Jorge Bastos Moreno está sendo velado no Cemitério São João Batista, na cidade maravilhosa.

TAGS: