Reportar erro
Notícias

Roberto Cabrini passa uma noite no presidío de Alcaçuz e entrevista detentos

Reportagem investigativa vai ao ar no "Conexão Repórter" deste domingo

conexaoreporter-robertocabrini-26032017 (2).jpg
Divulgação/SBT
Redação NT

Publicado em 26/03/2017 às 14:30:51

No "Conexão Repórter" deste domingo (26), Roberto Cabrini passa uma noite em uma das celas do temido pavilhão quatro do presídio de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte.

Para desvendar os segredos da cadeia onde ocorreu o massacre que matou 26 pessoas, Cabrini se torna o primeiro jornalista a ter acesso ao interior da fortaleza. Em uma investigação de uma semana, Roberto faz revelações sobre os bastidores da guerra entre facções que produziu execuções bárbaras e decapitações.

O jornalista percorre corredores sombrios, encontra os túneis cavados, esconderijos onde se ocultavam armas de fogo e valas onde ficavam homens executados.

Em Alcaçuz, Cabrini consegue ficar frente a frente com importantes líderes das organizações criminosas, que se enfrentam em uma região onde também se mata pela disputa do tráfico de drogas fora do presídio.

O programa mostra como vivem os presos, suas rotinas, o que acontece por trás das grades e a ação dos agentes especiais da Força Nacional Penitenciária.
 
O programa mostra também os relatos das mulheres que perderam maridos e filhos decapitados, além de conversar com o secretário de Justiça e Cidadania do Rio Grande do Norte, que enfrenta pressões de todos os lados com a missão de administrar uma crise que não termina.

O "Conexão Repórter" vai ao ar a partir da meia-noite, no SBT.