SBT terá jornalismo ao vivo durante horas na madrugada a partir de segunda

Divulgação

Publicado em 15/09/2016 às 12:28:35

Por: Sem autor

Após cancelar o "Okay Pessoal" no início da semana, a partir da próxima segunda-feira (19) o SBT decidiu investir e terá jornalismo ao vivo por mais de três horas nas madrugadas com a volta do "SBT Notícias".

Segundo informações obtidas pelo NaTelinha, a decisão foi tomada na manhã desta quinta (15) pela direção de jornalismo, sendo comunicada para filiais e afiliadas da emissora.

A intenção é ficar ao vivo no espaço entre o "Jornal do SBT", com Hermano Henning e Analice Nicolau, e o "Primeiro Impacto", de Karyn Bravo e Joyce Ribeiro.

Ou seja, o SBT estará "de plantão" entre aproximadamente 2h30 até às 6h da manhã, com serviço, notícias da madrugada e imagens do trânsito, algo parecido com o que ocorre com o "Hora 1", apresentado por Monalisa Perrone na Globo.

A ideia é fazer o público que gosta de notícias ficar no SBT, como era até a estreia do "Hora 1", em dezembro de 2014. Antes, o SBT liderava a faixa entre 4h e 6h com folga, com reprises do "Jornal do SBT".

Ainda não há um nome - ou dois - para apresentação do programa, que deve ser definido nas próximas horas. O projeto é a volta do "SBT Notícias", que foi apresentado em 2013 por Neila Medeiros no fim da tarde da emissora.

O telejornal ficou pouco menos de dois meses no ar, e marcou uma baixa audiência. Antes, ele também já havia passado pela mesma faixa que vai ao ar agora, em 2000.

A decisão acontece depois do SBT ter cancelado o "Okay Pessoal" em conjunto com Otávio Mesquita, que irá se dedicar a um novo programa na faixa das 18h de sábado.

Desde a última segunda (12), então, a emissora vem reprisando o "Jornal do SBT" durante toda a madrugada, até começar o "Primeiro Impacto", às 6h.

Para não seguir com reprises de jornal, que não é algo bem visto no mercado, a direção de jornalismo teve a ideia, que foi aprovada e já movimenta os bastidores.

Procurada pela reportagem do NaTelinha, o SBT confirma a informação.



TAGS:

COMENTÁRIOS