Instituto alemão GfK marca data de estreia no Brasil; saiba quando será

Instituto alemão GfK marca data de estreia no Brasil; saiba quando será
Divulgação

Publicado em 14/01/2015 às 08:14:46

Por: Sem autor

Com toda a sua estrutura e planejamento montados no Brasil, o instituto alemão GfK, que será concorrente do Ibope na medição de audiência na TV brasileira, definiu sua data de início das operações por aqui.

Segundo a revista Veja, o grupo marcou para o dia 2 de abril, uma segunda-feira, o começo de suas atividades em nosso país. A princípio, serão feitas medições em tempo real em São Paulo e Rio de Janeiro. Até o fim do junho de 2015, mais catorze mercados serão medidos na mesma plataforma.

Os números serão disponibilizados para Record, SBT, Band e RedeTV!. Até o momento, a Globo não manifestou interesse nos serviços do GfK.

Recentemente, o instituto obteve uma grande conquista. Em uma reunião com as emissoras parceiras, o GfK anunciou uma colaboração à Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa.

A empresa, assim como outros associados ABEP, contribuiu em 2014 com a definição do critério de classificação econômica que entrará em vigor em 2015.

Este é um marco importante já que é a primeira vez que o GfK participa desta construção. Para que isto fosse possível, cada associado participante cedeu à ABEP a sumarização de seus dados para que a distribuição entre as classes sociais para cada região metropolitana fosse composta.

Esta distribuição é fruto de uma média ponderada pelo tamanho amostral dos dados sumarizados de cada participante.

Com seus 66.000 domicílios e a não exclusão de favelas (comunidades), o GfK traz o maior levantamento sócioeconômico já visto no país, propiciando assim um retrato mais realista de nosso universo.

A amostra abrange as 15 principais regiões metropolitanas do pais, responsáveis por 45% do índice de potencial de consumo (IPC) segundo a IPC Maps 2014.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!