Cid Moreira diz sentir falta da bancada e elogia atual momento do "JN"

Divulgação/TV Globo

Publicado em 01/09/2014 às 14:36:36

Por: Sem autor

Apresentador do "Jornal Nacional" entre 1969 e 1996, o jornalista Cid Moreira comentou sobre o atual momento de sua vida, além de falar sobre o jornal que apresentou por 27 anos, e que hoje completa 45 de existência.

Em entrevista para o jornal Extra, Cid elogia o clima informal de hoje, e conta uma história curiosa acontecida no passado e que mostra bem como o noticiário era sisudo: "O jornal hoje está mais solto. Tem um papo, as pessoas ficam em pé. Na minha época não era assim! Teve colega que até engoliu mosca para não dizer que a mosca entrou na boca dele. Lembro que, depois disso, abriram uma portaria proibindo lanches no estúdio para não atrair insetos".

Com 87 anos, Cid Moreira falou sobre sua vida atual, e mesmo aposentado da aparição diária na televisão, o jornalista não fica um dia longe dos estúdios montados nas suas duas casas. Além de atender a pedidos de gravações enviados por fãs pelo Facebook, é lá que ele eterniza, com prazer, os trechos da Bíblia: "Diariamente, eu estudo o livro sagrado. E cada vez que estudo, aprendo mais".


Por fim, ele revelou que sente falta da bancada do "JN": "Mesmo com outras coisas, não dá pra dizer que não sinto falta. Sinto sim. Foi um bom momento, e todo ser humano quer viver bons momentos de novo".

Atualmente, o "Jornal Nacional" é apresentado por William Bonner e Patrícia Poeta, a partir das 20h, e marca médias entre 22 e 26 pontos de audiência na Grande São Paulo.
 



COMENTÁRIOS