Rede Brasil anuncia "Power Rangers" sem direitos; produtora ameaça processo

Divulgação

Publicado em 04/07/2014 às 12:21:48

Por: Sem autor

A Rede Brasil de Televisão, emissora que tem entrada nas principais operadoras de TV por assinatura do país e que também é exibida em sinal aberto em várias cidades, está sendo novamente acusada de violar direitos de exibição.

Tudo começou quando leitores do NaTelinha entraram em contato mostrando um anúncio do Facebook oficial do canal, que pertence a Celso Russomano, prometendo exibir o famoso seriado "Power Rangers", produzido desde 1993. A RBTV quer lançar a primeira temporada, que conquistou vários fãs por todo o mundo.

Só que esta exibição seria pirata, já que a mesma fase tem sido exibida pela Band durante as madrugadas de segunda a sexta.

A reportagem do NaTelinha entrou em contato com a produtora e detentora dos diretos da série em todo o mundo, a Saban Brands, pertencente a Haim Saban, criador do programa. Através de sua assessoria de imprensa, a empresa enviou um comunicado dizendo que a exibição é realmente ilegal e esclareceu quem pode mostrar "Power Rangers" no Brasil. Além disso, a produtora ameaçou entrar com um processo contra a Rede Brasil. Confira:

"Pelo que apuramos com a Saban Brands Latinoamerica, que faz parte da Saban Capital Group, Inc., esta emissora, Rede Brasil, não tem qualquer direito ou acordo firmado com a SABAN, para exibir qualquer seriado da franquia 'Power Rangers'.

No Brasil, são três os grupos que são licenciados para trabalharem com a série: a TV Bandeirantes, pertencente ao Grupo Bandeirantes de Comunicação, um dos maiores do Brasil, Turner Broadcasting System, através do Cartoon Network, que detêm os direitos de 'Power Rangers - Megaforce' e 'Super Megaforce', e a Viacom Latinamérica, através da Nickelodeon, que pode exibir 'Power Rangers Samurai' e 'Super Samurai'.

Qualquer outro grupo que prometa e exiba o nosso produto, sem a devida autorização da Saban Capital Group ou da Saban Brands. LLC, será acionada e terá que sofrer sanções da Lei de Copyright vigente no país em questão".


A reportagem do NaTelinha também tentou falar com a Rede Brasil, mas até o fechamento desta matéria nenhum dos contatos foram respondidos.

Não é a primeira vez que a Rede Brasil é acusada de violar direitos autorais. Em 2013, a animação "Cavaleiros do Zodíaco" chegou a ser exibida pelo canal sem qualquer autorização.

O NaTelinha também noticiou o fato na época, e pouco depois da matéria a emissora acabou tirando o desenho japonês do ar.

Antes disso, em 2009, a RBTV chegou a exibir séries da Warner e Fox, que possuíam contrato de exclusividade com SBT e Globo, respectivamente. O canal foi notificado e extinguiu os seriados da grade.



COMENTÁRIOS