Após 11 anos, Thiago Lacerda ainda não recebeu indenização de Gugu Liberato

Em 2000, "Domingo Legal" leiloou sunga que seria do atoraa

Após 11 anos, Thiago Lacerda ainda não recebeu indenização de Gugu Liberato
Atualmente, ator está no ar em "A Vida da Gente" - Divulgação/TV Globo

Publicado em 28/11/2011 às 09:30:33

Por: Redação NT

Até hoje, 11 anos depois, Thiago Lacerda ainda não recebeu os R$ 550 mil referentes ao processo que venceu contra Gugu Liberato e seu programa, o "Domingo Legal" (SBT), que leiloou no dia 30 de abril de 2000 uma sunga que teria sido usada pelo ator em uma encenação de "A Paixão de Cristo", em João Pessoa/PB.

Em conversa com o jornal Extra, Thiago falou sobre o caso: "Ganhei o processo, mas nunca recebi o dinheiro. Esse problema judicial já está rolando há 11 anos e até hoje não chegou ao fim. Não preciso desse dinheiro, só processei o apresentador porque fui desrespeitado. Eles inventaram uma mentira. Aquela sunga não era minha e eles usaram meu nome. Isso é um pequeno reflexo da impunidade que impera no Brasil. As pessoas fazem e falam o que querem e escapam sem grandes consequências. Isso é uma coisa que me deixa muito aborrecido e frustrado. As pessoas precisam aprender a respeitar os outros".

O intérprete do dr. Lúcio, de "A Vida da Gente", também lembra que há três anos venceu um processo contra uma confecção de jeans que usou sua imagem sem autorização. Estimada em R$ 100 mil, o ator também não recebeu o valor.

"Se algum dia receber esse dinheiro, já não tenho muitas esperanças, admito, pretendo limpá-lo e convertê-lo numa coisa boa. Doar toda essa grana para instituições e ajudar pessoas necessitadas", disse.

Os advogados de Gugu disseram que o ator ainda não recebeu o valor porque "ele recorreu ao STF dizendo-se insatisfeito com o valor que lhe foi concedido".

Confira o comunicado na íntegra:

Como representantes de Gugu Liberato, realizamos na época a sustentação oral no plenário. Na sessão de julgamento (19/11/2009), os Ministros do STJ entenderam, por votação unânime,  que o valor inicialmente concedido pelo Tribunal do Rio de Janeiro era elevado demais, reduzindo sua parte na condenação para R$ 40.000,00, com as devidas correções (Resp nº 791.025/RJ –Ministro Relator Sidnei Beneti).

Os advogados do Thiago Lacerda, do escritório do Dr. Sylvio Guerra, recorreram através de Reclamação ao Supremo Tribunal Federal (Reclamação nº 10848 – Relator Ministro Joaquim Barbosa), onde o processo até hoje se encontra. Não existem recursos de nenhum dos Réus em Brasília.

Em suma, o ator não recebeu até o momento porque ele recorreu ao STF dizendo-se insatisfeito com o valor que lhe foi concedido.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro