Notícias

Ex-advogado de goleiro Bruno diz que Kajuru não fez nenhuma entrevista


img20110922171754.jpg
Divulgação

Na tarde desta quinta (22), o ex-advogado do goleiro Bruno, Ércio Quaresma, disse que o jornalista Jorge Kajuru não tem nenhuma entrevista feito com o jogador, que está preso pela acusação de envolvimento na morte de sua ex-amante, Elisa Samudio.

Em conversa com o colunista Ricardo Feltrin, da "Folha de S.Paulo", Kajuru afirmou que fez uma entrevista exclusiva com Bruno em dezembro do ano passado, na penitenciária de segurança máxima Nelson Hungria, em Contagem (MG), e que teria custado R$ 150 mil. O dinheiro seria depositado na conta de Quaresma, com quem o jornalista teria assinado contrato, para que a entrevista vá ao ar.

A matéria exclusiva seria exibida dentro do "Brasil Urgente", de seu amigo José Luiz Datena.

De acordo com o UOL Notícias, Ércio Quaresma disse desconhecer a existência de qualquer acordo pelo qual receberia R$ 150 mil pela intermediação da entrevista e ainda negou a existência de um contrato que teria sido registrado em cartório.

Quaresma falou ainda que em dezembro de 2010 ele estava suspenso pela OAB-MG, por ter sido flagrado em um vídeo consumindo crack, e estava afastado do caso. A OAB o afastou por 90 dias.

Questionado então sobre qual seria o motivo de Kajuru afirmar que havia feito a entrevista, Quaresma disse "não ter ideia". “Eu não tenho a menor ideia. Mas uma coisa eu posso assegurar: tão certo como o sol vai nascer amanhã, ele [Kajuru] não tem entrevista nenhuma. O próprio sistema penitenciário negou que ele tenha tido acesso ao Bruno”, afirmou ao UOL Notícias.

A Suapi (Superintendência de Administração Prisional de Minas Gerais), responsável pela unidade prisional onde está o goleiro, afirmou que Kajuru não esteve no local em dezembro do ano passado nem recentemente.

Em nota, os atuais advogados do goleiro afirmam que “o Sr. Jorge Kajuru não tem autorização judicial e tão pouco o consentimento dos advogados de Bruno para entrevistá-lo. Portanto, isso não ocorrerá”.