Reportar erro
Notícias

"Gostaria que não terminasse nunca", diz Francisco Cuoco sobre seu personagem em "Pas

Redação NT

Publicado em 11/10/2010 às 15:04:45

O ator Francisco Cuoco revelou, em entrevista ao jornal O Dia, estar adorando interpretar o rei do lixo Olavo em “Passione”, e contracenar com as atrizes Irene Ravache e Fernanda Montenegro.



 


Ator acredita que personagem resistirá às investidas de sua secretária
Divulgação/TV Globo

 



“É um luxo! Trabalhei muitos anos com Fernanda no teatro e na TV. Ela é extraordinária. Com Irene fiz poucos episódios de TV. É um privilégio estar ao lado da Ravache nesta novela. Gostaria que não terminasse nunca. É bom demais, gente!”, diz o veterano, que conta que a empolgação do público com seu personagem nas ruas é geral, atingindo todas as classes sociais.


No momento, Olavo passa por uma crise no casamento com Clô (Irene Ravache), e sua secretária, Jackie (Alexandra Richter), está aproveitando a situação para dar em cima do rei do lixo. Porém, Cuoco acredita que seu personagem continuará fiel à esposa. “Não cederá. Ele é louco pela Clô. Acredito nessa visão do Silvio de Abreu do encontro pleno e feliz. Eles se completam e vivem intensamente esse momento”, disse.


O ator, que revelou assistir a “Passione” sozinho e que prefere interpretar personagens com veia cômica, contou que não tem ideia de quem é o grande vilão da novela que está por trás dos assassinatos: “Todos os personagens são como na vida: usam inevitavelmente máscaras a cada instante. O ser humano é um mistério sempre, capaz de amar e odiar. Existem os que se mostram e os dissimulados. Eu não consigo palpitar sobre o vilão. Mas creio que podem ser vários”.


Com mais de 50 anos de carreira, Francisco Cuoco atou em diversos clássicos da TV, como “Sangue do Meu Sangue”, “Selva de Pedra”, “Pecado Capital”, “Saramandaia”, “O Astro”, “O Salvador da Pátria”, “A Próxima Vítima” e “América”.