Famosos

Internado, Cabeção tratará vício

Sérgio Hondjakoff aceitou se internar em uma clínica de reabilitação, o Instituto de Dependência Química de Sorocaba, no último sábado (11) para iniciar um tratamento contra o vício em drogas.

Autor: Redação

Reprodução

Mais uma vez

Essa é a 11ª internação do ator, que luta contra a dependência química há mais de 10 anos, mas a família está mais confiante em sua recuperação.

Reprodução

Ajuda

Apesar de não ser amigo pessoal de Serginho, Rafael Ilha, que já enfrentou a dependência química, se comoveu com o vídeo do ator sob efeito de drogas, que viralizou na semana passada, e buscou ajuda.

Reprodução

Dependente químico cruzado

Ele explica que o eterno Cabeção de Malhação é conhecido como dependente químico cruzado. "Ele usa cocaína, crack, usa remédio para dormir, para acordar, ele bebe bastante, é um caso bem delicado”.

Reprodução

Rafael conversou com os pais do ator

Em conversa com os pais de Sérgio, o ex-Polegar soube que a família passa por dificuldade financeira, que impedia de buscar um tratamento digno ao ator.

Reprodução

Para comprar drogas

Ele estava morando em um apartamento comprado no passado, quando ainda tinha contrato de trabalho, quebrou vários objetos durante uma crise e, com dinheiro limitado pelos pais, vendia itens pessoais.

Reprodução

Desespero

"Ele está sem trabalhar e sem dinheiro. Ele conseguia drogas trocando as coisas dele, jaquetas, bonés, tênis, óculos... E quando tudo acabou, ele pedia para os pais dinheiro para comprar drogas".

Reprodução

Compra no apartamento

No desespero para comprar drogas, Sérgio negociava com pequenos comerciantes que trocassem o saldo por dinheiro em espécie. O apartamento em que morava foi comprado pela mãe.

Reprodução

Tratamento

O pai, seu Francisco, que é taxista, foi chamado para morar com o filho. O ex-Polegar entrou em contato com os responsáveis pelo Instituto de Dependência Química de Sorocaba em busca de uma internação

Reprodução

Em busca de uma nova vida

Os pais do ator também receberão apoio psicológico por terapeutas da clínica e o pai receberá suporte ainda do acompanhante terapêutico Sandro Barros.


Data de publicação: 15/06/2022

Reprodução