Reportar erro
Angelina não aceitava mais o vício

Brad Pitt fala pela primeira vez sobre a separação

bradpitt-angelina_431eeabb35a0cfcfe360021fa8413d91b5f27ebd.jpeg
Divulgação
Taty Bruzzi

Publicado em 04/05/2017 às 14:30:56

Anunciada no dia 15 de setembro de 2016, a separação entre Brad Pitt e Angelina Jolie pegou a todos os fãs de surpresa. Principalmente, pelo fato de que a atriz havia entrado também com um pedido de guarda dos seis filhos e restrições quanto às visitas do pai.

Segundo informações de tablóides publicadas na época, Angelina havia acusado o ex-marido de ser relapso com as crianças, em especial quando estava sob efeito do álcool e das drogas.

Em contrapartida, havia rumores de uma possível traição de Pitt com Marion Cotillard, atriz francesa que fez par com ele no filme “Aliados”, lançado ano passado. Entretanto, tudo não passou de especulações.

Por outro lado, na ocasião, muitos acharam exagerada a postura da atriz, uma vez que o galã sempre se mostrou um pai presente e marido atencioso com a esposa, que tem um histórico de distúrbios alimentares, durante os 11 anos em que permaneceram casados.

Por conta disso, a postura dos fãs e amigos era se mostrar a favor do ator que, a cada aparição, dava a nítida impressão de estar muito abatido por causa do processo de divorcio e da distância dos filhos.

Se você ama uma pessoa, deixa-a ir. Agora, eu sei o que isso significa.

Brad Pitt

Agora, passados oito meses, Brad Pitt falou pela primeira vez sobre o fim do casamento. Em entrevista à QG Style, o ator admitiu sua parcela de culpa no divórcio, afirmando que o motivo real para a separação do casal foi o seu vício em álcool.

“Quando eu ainda estudava, todo dia saia da escola e ficava bêbado ou fumava um cigarro de maconha. Era a minha maneira de fugir dos meus sentimentos. E no último ano, voltei a beber demais. Isso se tornou um grande problema”, revelou.

Angelina não aceitava mais o vício do marido

Na ocasião, o TMZ chegou a dizer que a atriz havia entrado com pedido de separação porque já não suportava mais as crises do marido motivadas pelo consumo de álcool e de drogas.

Ainda, de acordo com as informações da época, Angelina Jolie disse acreditar que Brad Pitt tinha problemas comportamentais decorrentes do vício e que se tornara uma ameaça para os filhos.

De acordo com o depoimento do ator, hoje em dia ele consegue ver a situação por outro ângulo e com muito mais clareza. “Se você ama uma pessoa, deixa-a ir. Agora, eu sei o que isso significa. Significa amar sem esperar nada em troca”, finalizou.

Mais Notícias
Outros Famosos