Reportar erro
Famosos

Gominho presta queixa após ser acusado de tentativa de roubo em aeroporto

gominho.jpg
Divulgação
Fabrício Falcheti

Publicado em 12/01/2017 às 12:10:04

Revelado pelo programa "Muito +" (Band) e ex-"A Fazenda" (Record), Gominho esteve na manhã desta quinta-feira (12) na delegacia do aeroporto do Galeão, no Rio, para prestar queixa após ser acusado de tentativa de roubo no último dia 5, quando embarcava no Santos Dumont rumo a São Paulo.

Atualmente apresentador do Multishow e da rádio FM O Dia, ele foi acompanhado do advogado Rafael Faria. Em conversa com o NaTelinha na semana passada, o profissional de direito comentou que "a gente vislumbra o crime de calúnia. Vai depender da classificação do delegado. Queremos é demonstrar que isso pode acontecer com qualquer um. É muito importante que se faça os trâmites legais para que isso fique bem registrado".

Rafael Faria já havia feito o registro da ocorrência na última segunda (9), e agora foi a vez do próprio Gominho comparecer para prestar depoimento ao delegado.

O caso

Gominho fez uma transmissão ao vivo no Facebook para contar o que aconteceu com ele.

"Estou muito triste e abalado com o que aconteceu... Estava esperando o embarque do meu voo e fui tomar um sorvete. Quando estava debruçado na bancada de vidro, olhando os sabores, tinha uma mulher bem perto de mim com uma garota mais nova, que parecia filha dela. Aí, do nada, a mulher puxou a garota e disse: 'Olha aí, ele tá mexendo na sua bolsa'. Ela tinha um sotaque meio enrolado, acho que falava francês, mas não tenho certeza... Falava um português enrolado", começou ele.

"O vendedor da sorveteria me olhou não entendendo nada. Nisso, olhei para a mulher e disse: 'Não, meu amor... Só estou olhando os sabores dos sorvetes'. Mas ela respondeu: 'Eu sei o que vi! Você estava olhando para a bolsa dela e ia mexer'. Aí, em seguida, chegou um cara, que parecia ser o pai da jovem e marido da mulher que falou, e disse que era melhor eu ir embora para não criar uma confusão maior", prosseguiu.

"Perguntei então se ele iria chamar a Polícia Federal e ele disse que eu não sabia com quem estava falando. Saí, mas logo depois voltei, tremendo por dentro, e disse que só não iria tornar aquilo um escândalo maior porque estava indo trabalhar. Aí a mulher começou a gritar e fazer escândalo, e vieram os seguranças do aeroporto que já me conhecem porque passo por lá toda semana", disse.

"Nisso o cara gritou que era diplomata, mas não lembro de onde, e que poderia tornar aquilo em algo muito pior. Os seguranças tentaram, então, explicar que eu era uma pessoa querida no Brasil, mas ele gritava que não queria saber. As pessoas me olhavam chocadas e eu saí andando... Isso está me corroendo até agora, tive uma crise de choro... Fui chorando dentro do avião", lamentou.

"Se fosse outra pessoa, iria presa sem poder se defender! Se eu não fosse uma pessoa conhecida, estaria preso agora por olhar sorvetes! Fui humilhado, é a primeira vez na vida que me sinto assim... Se não tivesse um comprmisso em São Paulo, levaria isso adiante, abriria um processo. Mas achei melhor deixar pra lá", finalizou o apresentador.

Assista:

Mais Notícias
Outros Famosos