Reportar erro
Espaço Aberto

Há 25 anos no ar, o "Domingo Legal" se apequenou

Espaço Aberto é onde o internauta do NaTelinha pode fazer sua análise e reflexão sobre TV

passaourepassadomingosbt_399e7e3341a55ed628cdbea40a8a78e91424d555.jpeg
Celso Portiolli recebeu Eliana na volta do "Passa ou Repassa" - Reprodução/SBT
Redação NT, com Frederico Nonino

Publicado em 26/03/2018 às 06:30:00

No dia 17 de janeiro de 1993, estreava o programa "Domingo Legal" comandado pelo apresentador Gugu Liberato.

A atração se tornou um grande sucesso numa mescla de competição entre artistas, atrações musicais, pegadinhas, "Táxi do Gugu", além de quadros com apelo emocional.

Após algum tempo, começou a investir acertadamente em jornalismo, se consolidando como um grande núcleo desse segmento aos domingos.

Quem não se lembra da cobertura jornalística do "Domingo Legal" na morte do grupo “Mamonas Assasinas” em março de 1996? Foram impressionantes 47 pontos de audiência liderando com folga.  E a entrevista de Denise Tacto, a namorada do ator Gerson Brenner na época?

Naquele domingo, a produção do SBT e do "Domingão do Faustão" quase saíram no tapa literalmente e a repórter Sônia Abrão fez prevalecer a vontade de Gugu. Sendo assim, a entrevista foi feita pelas duas emissoras. Foi sensacional!

Além disso, o helicóptero do SBT fazia a cobertura jornalística na cidade de São Paulo. Esses foram apenas alguns exemplos de como o "Domingo Legal" foi grande e como infelizmente está se apequenando.

Há 25 anos no ar, o \"Domingo Legal\" se apequenou

Desde julho de 2009, o dominical saiu das mãos de Gugu, que foi para a Record TV, e começou a ser comandado pelo apresentador Celso Portiolli, que aos poucos colocou quadros novos além de ressuscitar o "Passa ou Repassa", que reestreou neste domingo (25).

Infelizmente, nada tem surtido efeito e o programa vem sofrendo semanalmente com derrotas na audiência contra o sofrível  "Domingo Show", apresentado por Geraldo Luis. Detalhe: Geraldo perdeu quase toda a sua produção, pois o programa não consegue bancar seus custos.

Mudanças são necessárias e a volta do jornalismo factual seria fundamental em uma emissora que parece ter descoberto o jornalismo há poucos anos.

Por que não investir em um humor ácido como do antigo "CQC"? Por que não investir em alguns valores do extinto “Pânico”? Só de saber que a novidade mais recente do "Domingo Legal" é a volta do "Passa ou Repassa", me dá preguiça.

Com todo respeito, equipe de criação tem que criar e não copiar do mesmo.

Frederico Nonino é bacharel em Direito e reside na cidade de Ribeirão Preto, interior de São Paulo. Faça como ele, envie sua análise, crítica ou reflexão sobre a TV. Saiba como aqui.