Coluna do Sandro

O sucesso do "Cidade Alerta" é ruim para a qualidade da Record TV

Divulgação/Record TV

Publicado em 08/08/2018 às 09:03:30 ,
atualizado em 08/08/2018 às 15:06:38

Por: Sandro Nascimento

A Record TV investe milhões em suas novelas bíblicas, importa formatos estrangeiros com altos custos de produção, como "Dancing Brasil" e "Canta Comigo", e possui artistas como Xuxa Meneghel, Gugu Liberato, Sabrina Sato e Rodrigo Faro, mas a maior audiência da sua programação é o policialesco "Cidade Alerta".

Na última segunda-feira (06), a atração comandada por Luiz Bacci conquistou 13 pontos de média em São Paulo. No mesmo dia, "Jesus" marcou 11,6, a reprise de "A Terra Prometida" atingiu 11,2 e a principal atração da noite na linha de show, o jornalístico "Repórter Record Investigação", conquistou 5,2 de média.

Como forma de comparação, o "Canta Comigo" exibido no dia 1º de agosto registrou 7,6 pontos, enquanto a terceira temporada de "Dancing Brasil", finalizada em abril, teve média geral de 6,6, a maior audiência de todas as edições produzidas. Milionárias, os índices destas atrações ficam bem distantes dos consolidados pelo "Cidade Alerta". Como se explica?

Cada vez mais longe da liderança, a Record TV tem como concorrente direto o SBT. Mas sua pontuação no Ibope não é uma realidade tão distante do canal de Silvio Santos, como as cifras que investe na programação.

VEJA TAMBÉM

Não possuir nenhuma outro produto que supere um programa com qualidade duvidosa, como é o "Cidade Alerta", é algo preocupante. Além disso, com seus resultados positivos na audiência, é um produto que influencia a concepção de outros programas da grade e isso respinga até nas atrações dominicais.

Com quase três horas de duração, para desespero da área comercial, o "Cidade Alerta" possui a função importante de alavancar toda a grade do horário nobre da Record TV, ele consegue, mas beirando o sensacionalismo e em muitas vezes faltando o principal: a informação.

No ano em que completa 65 anos, a Record TV tem a oportunidade de repensar como buscar uma programação forte o suficiente para disputar com a Globo e SBT no início de noite, sem precisar explorar o sangue, tragédia e pobreza. O "Cidade Alerta" faz bem para a programação da emissora, mas o policialesco presta um desserviço à qualidade da TV aberta.

Enquanto isso, na mesma faixa, a Globo segue líder, bem distante em audiência e faturamento. Pelo acomodado cenário atual, é algo que não deve ser modificar por muito tempo.

O jornalista Sandro Nascimento assina colunas e reportagens exclusivas no NaTelinha. Também é correspondente da agência de notícias ZOOMINTV. Twitter: @SandroNascimm / E-mail: sandro@natelinha.com.br



publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!