Reportar erro
Colunas

Das quatro histórias de Justiça, apenas duas ainda têm protagonista original

Direto da Telinha

rose-mauricio-justica.jpg
Rose (Jéssica Ellen) e Maurício (Cauã Reymond) foram "desprotagonizados", diz colunista
Redação NT

Publicado em 17/09/2016 às 17:49:51

Justiça” estreou em agosto com uma proposta inovadora: quatro histórias diferentes que “esbarrariam” entre si, mas cada uma sendo apresentada uma vez a cada dia.

Prestes a iniciar sua última semana de exibição, o que se nota é o “desprotagonismo” de duas delas: A de Rose (Jéssica Ellen) e a de Maurício (Cauã Reymond). Por esse “desprotagonismo”, entende-se por ofuscamento do personagem que deveria ser o centro de toda a ação importante.  

Rose, a protagonista da quinta-feira, ficou alçada a segunda mão, uma vez que a “justiça” que a personagem busca não é para ela - pelo menos pelo que foi apresentado até o momento - e sim para a amiga, Débora (Luisa Arraes). Sua história inicial foi uma prisão por porte de drogas que arruinou seu futuro.

Entretanto, após a temporada na cadeia, Rose não voltou querendo se vingar da amiga, responsável em partes por sua prisão, por ter se omitido a voltar à festa que estavam para defendê-la. A ação - e o protagonismo - da história passou para as mãos de Débora: esta sim, em busca de justiça, para por na cadeia o homem que lhe estuprou durante o Carnaval.

[galeria]
No caso de Maurício, ele conseguiu a justiça que tanto queria: destruir Antenor (Antônio Calloni), o homem que atropelou sua mulher. Mas essa ação direta veio das mãos da esposa do mau-caráter, Vânia (Drica Moraes), ainda que induzida pelo rapaz.

A trama de Maurício foi a mais fraca, e só ganhou força quando a história agressiva do casal composto pelo candidato e esposa começou a se sobressair. Eles disparadamente chamam mais atenção que o protagonista.

As únicas histórias que seguem sendo conduzidas sem essa perda são as de Elisa (Débora Bloch) e de Fátima (Adriana Esteves). Por ora, resta aguardar os desfechos das quatro tramas.

"Justiça" chega ao fim na próxima sexta-feira (23).


Diogo Cavalcante é formando em jornalismo. Amante de televisão e apaixonado por novelas, fala sobre o assunto desde 2013. É um dos maiores especialistas sobre Classificação Indicativa na internet.

TAGS:
Mais Notícias