Reportar erro
Colunas

De ex-BBB a show em "Verdades Secretas": a evolução de Grazi Massafera

Colunista analisa evolução da atriz ao longo desses 10 anos na TV

grazimassafera2608.jpg
Atriz brilha na pele de Larissa em "Verdades Secretas" - Divulgação
Thiago Forato

Publicado em 16/08/2015 às 08:58:36

Pouco mais de 10 anos se passaram desde que Grazielli Massafera se lançou à fama. Foi Miss Paraná em 2004 e posteriormente alcançou um terceiro lugar no Miss Brasil do mesmo ano.
 
Em 2005, ficou em segundo lugar na quinta edição do reality “Big Brother Brasil”, perdendo para o agora deputado Jean Wyllys. Seu desejo? Ser atriz. O que complicava? Ser ex-BBB. Um rótulo que ninguém tira e parece um karma.
 
Grazi, depois de tanto tempo, conseguiu desvencilhar-se dele, mas a tarefa foi árdua.
 
O começo
 
Em 2006, pouco mais de um ano depois de sair do “BBB”, Grazi foi convidada por Manoel Carlos para integrar o elenco de “Páginas da Vida” (última boa novela do autor, diga-se de passagem) para interpretar a ingênua Thelminha, que despertou a paixão de Jorge (Thiago Lacerda).
 
 
Mas sua inexperiência pesou e o sotaque não ajudou muito, embora o personagem até pedisse um pouco dele. A atuação era realmente fraca e poucos apostaram que ela seria uma grande atriz. Menos os autores da Globo que voltariam a chamá-la para dar expediente no canal.
 
Em 2007, foi uma simples coadjuvante em “Desejo Proibido” e conseguiu sua primeira protagonista em 2008 com a novela “Negócio da China”, de Miguel Falabella. O folhetim foi um fracasso e Grazi, claro, apontada como uma das culpadas por sua ausência de carisma, novamente sua inexperiência e por que não, uma imagem ainda muito atrelada àquele segundo lugar conquistado no “Big Brother Brasil”, três anos antes.
 
 
Em 2013, com mais experiência, teve a responsabilidade de novamente protagonizar uma novela das seis, “Flor do Caribe”, fazendo par romântico com Henri Castelli, e não decepcionou. Mais madura, foi coesa no papel de mocinha, no tom que ele pedia. Não comprometeu. Pelo contrário, deu frescor e oxigenou a trama já em franca evolução como atriz.
 
Consagração
 
Agora, o grande mérito e sua transformação e consagração como grande atriz pode ser vista em “Verdades Secretas”, de Walcyr Carrasco, no papel da modelo e drogada Larissa. Atuação contundente, segura, verossímil, em que nada lembra a Grazi de nove anos atrás em “Páginas da Vida”.
 
 
Da mocinha de “Flor de Caribe” à dependente química de “Verdades Secretas” há um abismo incalculável, onde Grazi Massafera conseguiu mostrar uma faceta que até então estava escondida. Versátil, ela uniu a rebeldia que o papel pede e o sentimento de abstinência quando necessário. De encher os olhos. A evolução é notória, e temos que concordar: poucos acreditavam no potencial da moça.
 
Hoje, ela conquistou o credenciamento para fazer qualquer tipo de personagem. “Verdades Secretas” foi o grande divisor de águas na carreira da atriz. O que antes era uma aposta, agora já é uma certeza.
 
É a certeza de que ela ainda vai impressionar muita gente nos próximos papéis pelos anos que estão a chegar. Virou realidade.
 
 
Thiago Forato é jornalista, escreve sobre televisão há dez anos e assina a coluna Enfoque NT há quatro, além de matérias e reportagens especiais no NaTelinha. Converse com ele: thiagoforato@natelinha.com.br  |  Twitter e Instagram: @tforatto
 
TAGS:
Mais Notícias