Reportar erro
Colunas

NaTelinha 10 anos: Apostas mostram novo rumo da RedeTV!

logoredetv.jpg
Redação NT

Publicado em 19/06/2015 às 14:37:09

Em 2005, Michael Jackson era inocentado das acusações de abuso sexual, Ronaldo e Daniela Cicarelli se casavam com toda a pompa, e o xará gaúcho era o melhor jogador do planeta. Aliás, éramos os campeões mundiais de futebol. Quanto tempo, não?

Mas além do quadrado mágico que sonhava com o hexa na Alemanha em 2006, outro time montava um projeto que se sairia mais exitoso. Numa época em que apenas 21% dos brasileiros tinha acesso regular à internet, seja de que plataforma fosse, surgia na rede um site para falar sobre o meio que passava dos 90% dos lares: a televisão.

Cruzando esses dois mundos, há uma década era lançado o NaTelinha. Hoje, mais da metade dos cidadãos tupiniquins já utiliza a world wide web até em dispositivos móveis. Toda uma evolução tecnológica acompanhada pelo site, que surgiu antes do HD entrar em atividade e agora já vislumbra o apagão analógico.  

Mas nossa essência por aqui é falar de programação. E como os canais mudaram as suas nesses 10 anos. Idas e voltas, estreias, despedidas... Poucos foram os que se mantiveram no ar ininterruptamente, como ficamos aqui em nosso site por todo esse período.

Por isso, relembramos ao longo da semana quais eram os destaques exibidos pelas principais emissoras em junho de 2005. E o que elas destacam agora, mais de 3600 dias, 87600 horas ou 5 milhões de minutos depois.

A série se aprofundou pelas cinco grandes emissoras brasileiras. E terminamos pela caçulinha delas, a RedeTV!, surgida somente cinco anos do começo das atividades do NaTelinha.

Hoje ela vive uma fase de crescimento e expansão, mas nem sempre esteve com a maré tão a favor assim.  

A primeira grande diferença de épocas é publicitária. Na época, haviam bem menos horários locados. O único da grade fixa destinado para igrejas era alugado pela Assembleia de Deus. Hoje existem diversos para a Universal e a Igreja da Graça.

Para o público feminino acordar, a opção em 2005 era o “Bom Dia Mulher”, que durou até 2009. Agora, o “Melhor Pra Você” cumpre esse espaço. Na faixa vespertina, o título segue similar, mas do “A Casa é Sua”, que há 10 anos teve fases com Ronaldo Ésper e Monique Evans após a eleição de Clodovil como deputado federal, resta apenas a inspiração do nome para o “A Tarde é Sua” de Sônia Abrão.

Sequenciando o vespertino feminino, vinha o “Repórter Cidadão”, então com Ney Gonçalves Dias. Hoje a opção é, pelo menos, mais divertida com o “Você na TV” de João Kleber.

Mas nem tudo foram trocas. Augusto Xavier segue firme e forte. Porém o “Jornal da TV” se internacionalizou para virar “RedeTV! News”.  

Nelson Rubens é outra figurinha carimbada com seu espaço cativo em horário nobre graças ao “TV Fama”, assim como Amaury Jr. também se tornou indispensável no começo das madrugadas.

Quem também não saiu da TV é o “Pânico”. Mas da RedeTV! sim. Hoje, o elenco do humorístico, que rendeu alguns dos maiores picos da história do canal, se abriga na Band. Outro que fez esse caminho de troca foi o “Show Business” de João Doria Jr.

Em compensação, outras atrações ex-Band, como os jogos dos campeonatos nacionais de vôlei e da segunda divisão de futebol, hoje também mudaram de mãos. É um cardápio mais recheado que o futsal e motocross que lideravam a programação esportiva da emissora nos tempos de criação do NT.

Se o esporte cresceu, a dramaturgia encolheu. A enlatada “Betty, a Feia” fazia relativo sucesso, mas hoje o canal não possui novelas no ar. Nem plano aparente de exibir alguma, mesmo que estrangeira.

Resta aguardar se virão outras trocas de cardápio além das feitas na culinária de Edu Guedes. E nós, claro, estaremos de olho.

Confira toda a série especial:

No NaTelinha, o colunista Lucas Félix mostra um panorama desse surpreendente território que é a TV brasileira.

Ele também edita o https://territoriodeideias.blogspot.com.br e está no Twitter (@lucasfelix)

Mais Notícias