Reportar erro
Colunas

Geraldo Luís faz Globo mexer em grade e colocar "Esquenta" ao vivo

Enfoque NT

domingoshow-geraldoluis-2.jpg
Divulgação/TV Record
Thiago Forato

Publicado em 23/11/2014 às 19:41:33

O “Domingo Show” estreou na Record no final de março sob o comando de Geraldo Luís após a experiência bem sucedida do “Domingo da Gente” e uma série de rodízios na apresentação. O nome de Geraldo foi uma solução caseira aliado à boa audiência que tinha tido comandando o dominical anterior.

Uma atração ao vivo com muito jornalismo e até sensacionalismo tirou a Record do buraco num horário que o “Domingo Legal” ficava em segundo há muitos anos. Na verdade, nunca houve um investimento de verdade do canal de Edir Macedo naquele horário para tirar o SBT da vice-liderança. Desta vez, assim o fez.

Não só atingiu o SBT, como também a Globo que se viu obrigada a se policiar mais nas tardes de domingo. Tanto é que o pacote de filmes foi aberto este ano, excepcionalmente, na “Temperatura Máxima”. Para quem não se lembra, “O Gato de Botas” abriu a temporada cinematográfica da emissora com o intuito de parar Geraldo, que vinha bem no Ibope.

Com uma arma bastante poderosa nas mãos e um arsenal generoso de filmes, sobretudo os infantis, com foco nas animações dos estúdios Disney e DreamWorks, a “Temperatura Máxima” vem se virando como pode. Os longas têm que ser cirurgicamente escalados e até o “Esquenta!”, de Regina Casé, teve que mudar. Neste domingo (23), ele foi ao vivo.

Segundo a emissora, o “Esquenta” foi ao vivo para poder adequar o programa corretamente à grade. Mas todos nós sabemos que a atração nunca foi exibida em tempo real por conta de Fórmula 1. No máximo, em tempos de Copa do Mundo.

Fazer a “poderosa” mexer em alguns aspectos de sua grade, mesmo que de maneira “tímida”, não é pra qualquer um e embora o “Domingo Show” seja uma atração de qualidade duvidosa, não há que se negar que ali tem empenho da produção e apresentador em melhorar e crescer.

Existe ambição e a necessidade de se fazer um produto popular. Ou para alguns, popularesco.
 

Thiago Forato é jornalista, escreve sobre televisão há nove anos e assina a coluna Enfoque NT há três, além de matérias e reportagens especiais no NaTelinha. Converse com ele: thiagoforato@natelinha.com.br  |  Twitter: @Forato_

Mais Notícias