Reportar erro
Colunas

Os 45 anos da TV Cultura e seu cuidado com a programação infantil

Enfoque NT

dba5627b5d7fc6fa75ba9481a9d3ffc4.jpg
Divulgação
Thiago Forato

Publicado em 23/09/2014 às 19:56:14

A TV Cultura completou 45 anos no último dia 20 de setembro e irá comemorar com uma festa nesta quarta-feira (24). Tem motivos para isso. Apesar de não receber maciços investimentos, concorre com muita competência pelo quinto lugar no Ibope com a RedeTV!, e dando trabalho para as emissoras maiores em determinados horários.

Ela ainda ganhou o prêmio do instituto britânico Populus de canal com a segunda maior qualidade do mundo, atrás apenas da BBC de Londres.

Exagero ou não, a TV Cultura certamente teve papel fundamental em toda uma geração que viveu sua infância a partir da década de 1990 até meados da passada com uma programação bastante dedicada à este público, com programas como “Rá-Tim-Bum” (1990-1994), "Mundo da Lua" (1991-1992) “Castelo Rá-Tim-Bum” (1994) e, posteriormente, “Ilha Rá-Tim-Bum”. Além, é claro, do “Cocoricó”, que foi iniciado em 1996.

Atrações que não se veem mais. A televisão aberta caminha a passos largos para a extinção deste tipo de conteúdo, com a desculpa de que a TV por assinatura já cuida desse nicho com muita propriedade. O que muitos esquecem é que a criança de hoje é o adulto de amanhã, e isso pode causar reflexos irreversíveis para as emissoras que já deixaram de apostar nesse público.

A Cultura virou referência nesse sentido e é reverenciada até hoje com muito carinho por aqueles que cresceram assistindo esses programas.

Não é possível apostar com tanta frequência em produtos parecidos, que tenham uma dimensão similar com aquelas que já foram lançadas e se tornaram memoráveis.  Contudo, a Cultura vai lançar um novo infantil em breve, o “Que Bicho te Mordeu?”, com orçamento milionário para seus padrões. Do mesmo criador do “Castelo”, Cao Hamburger.

Não por acaso, desde julho o MIS (Museu de Imagem e Som) tem uma exposição do “Castelo Rá-Tim-Bum” com enorme sucesso. Ela vai até o próximo dia 12 de outubro em São Paulo.

Será que daqui a 10 ou 20 anos estaremos relembrando algum programa desse tipo que tenha sido um sucesso na década de 2010? Talvez não.

Ainda hoje, a TV Cultura produz o “Quintal da Cultura” com uma diretriz pedagógica, além de vários desenhos ao longo da programação. É claro que realmente a televisão por assinatura acabou engolindo esse tipo de conteúdo na aberta e ela já não tem mais a mesma força que há 20 anos. Isso é óbvio, mas é louvável que se continue investindo para este público.


Converse com o colunista: thiagoforato@natelinha.com.br  |  Twitter: @Forato_
 

Mais Notícias