Reportar erro
Colunas

O primeiro "stand-by" da Globo na Copa do Mundo de 2014

Confira novo artigo da coluna "Papo de Bola"

bobfaria.jpg
Bob Faria assumiu com Rembrandt Jr. transmissão de jogo no estúdio após falha de áudio
Redação NT

Publicado em 23/06/2014 às 10:46:11

Todas as partidas desta Copa do Mundo, sem exceção, têm contado com narrador e comentaristas da Rede Globo diretamente dos estádios. Neste domingo (22), pela primeira vez houve um problema com o áudio no estádio a ponto de necessitar de um off-tube por alguns instantes. E que irônico e até maluco: foi acontecer logo no Rio de Janeiro, cidade-sede da Globo. Menos mal ter sido numa partida que pouco relevante se mostrou.

Quando Bélgica x Rússia começou, houve uma nítida perda de qualidade no som de Rogério Corrêa, Juninho Pernambucano e Márcio Rezende de Freitas diretamente do Maracanã, como se caísse de uma taxa em 320 kbps para 32 kbps, se entendem onde quero chegar. Aos 12 minutos, num ataque russo, o som foi embora bem na defesa do goleiro belga.

De salvaguarda no estúdio, Rembrandt Jr. assumiu a transmissão com Bob Faria, ambos segurando as pontas até os 37 minutos, quando enfim tudo no eterno maior do mundo se normalizou.

No contraponto, o som da Bandeirantes com Téo José e Neto esteve firme e forte do primeiro ao último minuto.

A imagem do dia

Luiz Carlos Jr., o comentarista jornalista Lédio Carmona e o comentarista ex-jogador Belletti, trio constante do SporTV nesta Copa e nesta segunda (23) escalado para Holanda x Chile em São Paulo.

Um dos pouquíssimos profissionais atuantes no SporTV desde o surgimento ainda como Top Sport em 1991, Luiz Carlos transmitiu todas as Copas feitas pelo canal - portanto, a sexta do SporTV é também a sua sexta. Em 2014, ele se reveza com Milton Leite nas partidas do Brasil e nas mais agudas. Será Luiz a voz da finalíssima no Maracanã.

Um gol que custou uma vida

Completou 20 anos neste domingo (22) um dos jogos não exatamente à ocasião, mas sim semanas depois, mais tristes da história das Copas: Estados Unidos 2 x 1 Colômbia, os anfitriões eliminando os sul-americanos. O gol decisivo foi contra de Andrés Escobar, que seria assassinado em 2 de julho de 1994. Não se admitiu oficialmente, mas ficou para todo mundo que sua morte foi planejada pelos chefões do tráfico de drogas. Algo chocante.

Uma curiosidade televisiva: somente a Bandeirantes mostrou ao vivo para o Brasil aquele EUA x Colômbia, com narração de Luciano do Valle, às 20h30 de uma quarta-feira. Nem todos os canais exibidores da Copa mostravam todos os jogos ao vivo. Assim fizeram Globo e SBT. A Globo manteve os noticiários locais às 20h45, "Jornal Nacional" às 21h e "Fera Ferida" às 21h45, e o SBT foi de "Aqui Agora" às 20h45 e "Éramos Seis" às 21h45 (reprise do capítulo das 19h45). Todas as partidas daquela edição passaram no SporTV, mas todas em VT.

Velocidade fora da Copa

Repórter que deixou recentemente o Fox Sports e ex-apresentadora do BandSports, Juliana Rios investe desde agosto de 2013 na carreira de automobilista com inspiração no seu marido, que é piloto de kart.

É exatamente esta a modalidade de automobilismo que tem disputado, participante que é do Campeonato Schin de Kart. Neste fim de semana, Juliana ganhou a etapa da categoria F4 Iniciantes e ainda marcou a pole position e a melhor volta.


Edu César é titular do site www.papodebola.com.br e está de volta ao NaTelinha para falar sobre a cobertura da Copa do Mundo pelas TVs.
 

Mais Notícias