Reportar erro
Colunas

Enfoque NT: "Jornal Nacional" e o selo Globo de qualidade

64665a3832a67f3de7218252eb61a3c3.jpg
Divulgação/TV Globo
Thiago Forato

Publicado em 12/10/2013 às 16:00:44

O "Jornal Nacional" é o principal telejornal da TV Globo, e por que não do país? É o de maior visibilidade, audiência e repercussão. Tudo isso, também, por conta daquele famoso "sanduíche" promovido por Boni décadas atrás (novela-jornal-novela), prendendo o telespectador em frente à TV. Tática velha de guerra, porém eficiente.

A produção do jornal começa pela manhã com várias reuniões ao longo do dia para se discutir o que vai ao ar às 20h30 (horário que começa o "JN").

As principais afiliadas participam desse processo do que entrará no horário mais nobilíssimo da TV, e ninguém quer ficar de fora dessa. Todo jornalista que trabalha para uma das afiliadas da Globo tem o sonho de emplacar uma matéria no "Jornal Nacional".

Pelo horário, as últimas notícias do dia e as primeiras notícias da noite são passadas em um tom mais superficial. Não há o tom analítico do "Jornal da Globo", por exemplo, que é outro tipo de target. O público do "Jornal Nacional" chegou cansado do trabalho e está esperando começar a novela. Há que ter mais objetividade, e dar a notícia em um minuto, se possível. Essa é a filosofia de anos.

Nos últimos tempos, o editorial tem ficado mais 'light'. A mudança de público pede isso, e um dos responsáveis pelo "JN" ter ficado menos 'hard' foi Tiago Leifert com seu "Globo Esporte", que veio com novo formato em 2009. O próprio William Bonner disse ao Faustão há dois anos que Leifert foi um dos precursores para que se pensasse em uma mudança de postura do telejornal mais tradicional do país, que anos a fio vê seu público esperando o "boa noite" ansiosamente para ficar bem informado.

O processo de escolha das notícias é regido de acordo com o dia, com a demanda e repercussão dos fatos ao longo deles, tomando como base as redes sociais e outros programas jornalísticos.

A produção conta com o "selo Globo de qualidade" e tudo é feito de forma minuciosa: passagem, sonora, off, etc. Um produto plasticamente perfeito (ou pelo menos próximo a isso).

O cuidado com cada matéria faz do "JN" ser diferente dos outros jornais. Não que os outros não tenham tanto esmero, mas é fato que o "Jornal Nacional" é reconhecido nacionalmente não só pelo seu conteúdo (que não tem nada de outro planeta) e sim por sua qualidade técnica. Marca registrada do "JN" e de qualquer produto que a Globo normalmente faça.


Contatos do colunista: thiagoforato@natelinha.com.br - Twitter: @Forato_

Mais Notícias