Reportar erro
Colunas

Bárbara vence "A Fazenda", que fica marcado por excesso de baixaria

fab2dde1007658b854b4b26c5961e9b1.jpg
Divulgação/TV Record
Redação NT

Publicado em 30/09/2013 às 10:01:07

Terminou neste domingo (29) mais uma edição de “A Fazenda” na Record. Foram mais de três meses de confinamento, o público consagrou Bárbara Evans como a campeã e deu para ela o prêmio de R$ 2 milhões que a sua mãe, Monique Evans, não conseguiu em duas oportunidades.

Bom, como eu cobri o programa para o NaTelinha, posso falar com propriedade que até achei a vitória de Bárbara justa: estrategista, jogou pro público, sabia quando intervir nos inúmeros barracos e foi, provavelmente, a única que bateu de frente com Denise Rocha sem humilhá-la tanto. No meu ver, também não seria injusto caso Denise vencesse, pois ela deu graça ao programa muitas vezes.
Teve atitudes questionáveis, principalmente sobre sua higiene pessoal? Sim, mas o Furacão brigou, chorou, fez muito barraco, e também, convenhamos, sofreu. Ela poderia estar errada muitas vezes, mas os seus colegas de confinamento exageraram em várias oportunidades.

Um destaque negativo dessa edição, no meu ver, foi o excesso de baixarias, até para um reality-show. Foram brigas e mais brigas, de tudo quanto é tipo. De cuspe, com Andressa e Denise colocando os seios uma na cara da outra, briga com pessoa jogando suco na mesa e café no chão, briga quebrando talher, briga na piscina, ou seja, briga em tudo que é lugar, regada a muito palavrão.

Provavelmente, esse foi o elenco mais mal educado de todas as edições de “A Fazenda”, porém, não neguemos: o elenco foi bem escolhido. Ninguém foi “planta” (apelido que se dá nas redes sociais quando um participante não traz nada de interessante para o programa) nesta edição, o que mostra que a direção de Rodrigo Carelli está sabendo selecionar bem.

No mais, vale lembrar que se esperava bem mais de Gominho. Conhecido nas redes sociais, o ex-“Muito +” foi participativo, mas não como esperava. Mesmo com vários famosos na torcida, como Anitta, Ivete Sangalo, Adriane Galisteu, Patrícia Maldonado, entre outros, ele nem na final chegou. De fato, não merece: suas atitudes não o fizeram ter merecimento pra tal prêmio. Não foi tão participativo e não criou tantas intrigas. Não adianta ter famoso fazendo campanha se dento do programa não se faz por onde.

Fica o registro de que a Record já confirmou a sétima temporada de “A Fazenda” para 2014. Mesmo com a não tão boa audiência de sua final (11 pontos e liderança, mas o mais baixo número de finais do reality), o programa ainda é útil para a emissora. Que venha a próxima edição!


Gabriel Vaquer escreve sobre mídia e televisão há vários anos. Além do “Antenado”, é responsável pelo “Documento NaTelinha”. Converse com ele. Twitter: @bielvaquer

Mais Notícias