Angelina Jolie teria se arrependido de divórcio e não descarta reconciliação com Brad Pitt

Divulgação

Publicado em 03/12/2017 às 10:40:20

Por: Taty Bruzzi

Ninguém acreditou quando Angelina Jolie decidiu se separar de Brad Pitt, em setembro de 2016. Afinal, o casal era um dos mais apaixonantes de Hollywood. No entanto, a atriz foi enfática em sua decisão.

Além de exigir o divórcio, a intérprete de Malévola pediu a guarda dos filhos sob a alegação de que o ex tinha problemas com drogas e álcool, sendo, assim, má influência para as crianças.

Desde então, travou-se um batalha judicial que estaria perto do fim se a estrela de cinema não tivesse recusado o mais recente acordo de divórcio no valor de US$ 100 milhões (R$ 3327 milhões) oferecidos pelo astro de “Bastardos Inglórios”.

De acordo com o site Hollywood Life, uma fonte próxima a atriz disse que Jolie se arrependeu da separação e não descarta uma reconciliação. Entretanto, Brad Pitt não está disposto a retomar o casamento por conta da indecisão da ex-mulher.

“O Brad está extremamente frustrado com a Angelina, ela continua a postergar a assinatura do acordo”, revelou. Segundo a fonte, o acordo pré-nupcial do casal já estabelecia termos que, hoje, não estariam sendo aceitos por Jolie.

Por conta disso, a cada tentativa o ator oferece um pouco mais, mas ela se nega. “Ela recusa todas as propostas. Inclusive, a mais recente no valor de US$ 100 milhões”, confessou a fonte.

“Isso tudo tem sido um pesadelo para o Brad. Ele sente muita falta das crianças e pretende levá-las para passarem férias fora dos Estados Unidos assim que tudo estiver resolvido”, finalizou.

Em entrevista recente, Brad Pitt confessou sua dependência em álcool e drogas, além de atribuir ao vício a responsabilidade pelo fim do seu casamento com Angelina Jolie.

“Não me recordo de um dia em que tenha saído da escola e não tenha ficado bêbado ou usado cigarro de maconha. Era como eu fugia dos meus sentimentos. Eu parei com tudo isso quando comecei minha família, exceto com a bebida. No último ano eu bebi demais e isso se tornou um problema", concluiu.



LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade