Documentário sobre Agnaldo Timóteo sofre corte após confusão e gritaria no Festival do Rio

Divulgação

Publicado em 11/10/2017 às 18:26:40 , atualizado em 11/10/2017 às 19:51:05

Por: Redação NT

A exibição do documentário "Eu, Pecador", sobre a vida de Agnaldo Timóteo, acabou em confusão no último domingo (8) durante o Festival do Rio.

Segundo informações do jornal Extra, no fim da sessão, um dos personagens retratados no filme não gostou de ter sido citado com um dos grandes amores da vida do cantor e foi tirar satisfação diretamente com Agnaldo no Cine Odeon.

Aos gritos, essa pessoa, um ex-funcionário de Timóteo, explicava que não queria ser exposto pois hoje tem família. Dias depois, ele foi até a casa do artista com seu advogado e exigiu que o trecho onde aparece fosse retirado do documentário. Foi atendido.

Diretor da produção, Nelson Hoineff disse à publicação que o corte não vai durar mais que cinco segundos. "Convivi durante um ano e meio com o Agnaldo Timóteo e posso dizer o quanto ele é extraordinário e sensível. Não faria nada para magoá-lo e do filme não será retirado nada além de cinco segundos."

A nova edição de "Eu, Pecador" será exibida na Mostra de Cinema de São Paulo, que acontecerá entre 19 de outubro e 1º de novembro. O filme deve chegar aos cinemas no ano que vem.



LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade