10 celebridades que lutaram contra a dependência química

Demi Lovato desabafou sobre tratamento contra drogas e álcool

Publicado em 13/09/2017 às 13:31:17

Por: Taty Bruzzi

Aos 25 anos, Demi Lovato confessou durante relato emocionante sua luta para enfrentar a dependência em drogas e álcool. Sóbria há seis anos, a cantora afirma que cada dia exige empenho e força de vontade para não se deixar cair em tentação.

“Todo dia é uma batalha. Você precisa enfrentar um dia de cada vez”, disse a jovem durante discurso de agradecimento à homenagem recebida no ‘Brent Shapiro Foundation for Drug Prevention’, evento anual dedicado ao tratamento contra vícios em drogas e álcool.

Assim como acontece com Lovato, muitas celebridades já passaram pelas mesmas dificuldades decorrentes de algum tipo de vício . Uma luta diária em busca de recuperar e manter a saúde.

Destacamos mais 10 casos. Confira:

Adele

É sem sombra de dúvidas uma das melhores cantoras dos últimos tempos. Dona de uma voz potente e de um repertório que conquista o público que se identifica com as letras, por um bom tempo Adele buscou na bebida a coragem necessária para subir ao palco.“Uma vez que fiquei tão bêbada que, quando eu tive que ir no palco, esqueci as palavras para minhas próprias músicas. Foi a pior noite da minha vida”, confessou. Quando o hábito se tornou um problema, a cantora decidiu largar o vício. Em 2009, ela parou de beber porque a ressaca afeta sua voz. Em 2011, a cantora precisou se submeter a uma cirurgia para conter uma hemorragia na garganta causada pela presença de um pólipo benigno instalado em suas cordas vocais, quadro que a deixou calada por alguns meses. Hoje, Adele faz questão de seguir um estilo de vida bem mais saudável.

Angelina Jolie

Quem vê Angelina Jolie hoje não imagina que a diva já teve problemas sérios com o uso de drogas. Em entrevista ao “The Mirror”, a atriz confessou ter experimentado drogas muito cedo, com apenas 20 anos. “Quase todas as drogas possíveis, cocaína, ecstasy, LSD e minha favorita, heroína”. Além disso, ela sofreu com quadros de anorexia e depressão. De acordo com a estrela, foi seu primeiro marido, o ator britânico Jonny Lee Miller, quem a ajudou a largar o vício. “Eu usei quase todos os tipos de drogas existentes. Esses foram tempos muito escuros para mim”, confessou Jolie.

Daniel Radcliffe

O ator britânico ganhou fama ainda criança quando estrelou a saga Harry Potter. Por conta do sucesso repentino, não teve uma infância comum e isso refletiu em sua vida de forma negativa. Durante entrevista a um programa de TV, Daniel Radcliffe confessou que precisou lutar com a ideia de voltar ao mundo real depois do fim da franquia. Sofrendo de depressão, acabou se viciando em álcool. Durante as filmagens do último filme, o ator apareceu mais de uma vez no set completamente embriagado. Em 2015, Radcliffe admitiu a dependência. Disse que usava o álcool como refúgio para problemas de ansiedade, mas acabou ficando fora de controle. Atualmente, o ator está sóbrio.

Dinho Outro Preto

De acordo com o próprio vocalista da banda Capital Inicial, desde os anos 80 o cantor era usuário de drogas. Abusava de substâncias como ácido, ecstasy, LSD e cocaína, além de ser viciado em álcool. “Era promiscuidade, drogas e rock n' roll", confessou. Em 2014, Dinho Ouro preto confessou durante entrevista à revista Contigo que finalmente havia parado. “Parei com tudo! Estou sem maconha e álcool há um ano. Café eu cortei há dez anos, quando parei com o tabaco. Todos os dias, eu acordo às 10 horas, corro cinco km e faço ginástica por uma hora e meia”, revelou. Ainda de acordo com o roqueiro, a ressaca lhe causava insônia.


publicidade

Fábio Assunção

O ator já passou por muitos altos e baixos por conta do vício. Quando estava trabalhando em “Negócios da China” (2008), precisou se afastar das gravações para tratar da dependência em cocaína. No ano seguinte, concedeu entrevista ao “Fantástico” confessando o problema e afirmando que estava se recuperando. “Eu me tornei dependente químico. É muito difícil você administrar dependência química com qualquer coisa que você faça na vida", disse. "E não quero me sentir. Não posso fingir que esse diabinho não existe. Mas estou encantado de como a recuperação é uma coisa genial", afirmou. Já aparentemente recuperado, o ator voltou à TV em janeiro de 2010 como Herivelto na microssérie “Dalva e Herivelto”. Em 2015, foi protagonista de “Totalmente Demais”. Infelizmente, em junho deste ano, Fábio Assunção teve uma recaída durante sua passagem por Arcoverde, Pernambuco, para a divulgação de um documentário e acabou sendo detido completamente alterado por conta do álcool.

Macaulay Culkin

Protagonista de “Esqueceram de Mim”, Macaulay Culkin é outro caso de um ator que começou na carreira muito cedo e perdeu parte da infância para tornar-se estrela de Hollywood. O sucesso repentino o tornou uma das crianças mais famosas do mundo. Além da franquia, chegou a estrelar filmes como “Meu Primeiro Amor”, “Riquinho” e “Anjo Malvado”, todos quando ainda era um garoto. Participou de um clipe do saudoso Michael Jackson e tornou-se amigo do cantor. O Tempo passou, ele cresceu e sua carreira decaiu. Desde então, o ator passou a ser protagonista de escândalos envolvendo seu vício químico. Em 2004, foi preso por posse de substâncias ilícitas. Dentre elas, Xanax e maconha. Os escândalos e registros de imagens suas lembravam de longe aquela criança loirinha e bonitinha que conquistou a América. Em 2012, rumores diziam que Macaulay Culkin havia se tornado viciado em heroína e Vicodin. No ano seguinte, após se submeter a um programa de reabilitação, o ator ressurgiu com aparência um pouco mais saudável e a sensação de que, finalmente, havia se recuperado do vício. No entanto, nunca mais voltou a ter um trabalho de destaque.

Robert Downey Jr

Vindo de uma família de atores, Robert Downey Jr estava predestinado a uma carreira de sucesso. No entanto, o ator passou por uma fase bem ruim ao se envolver com drogas e álcool, vício que quase acabou com sua vida. Preso por porte de cocaína maconha e heroína, perdeu muitos contratos de trabalho e ainda cumpriu pena de 16 meses. Para muitos, Downey estava prestes a sofrer uma overdose quando finalmente se submeteu a tratamento em uma clínica por quase um ano. Após este período e com a ajuda de amigos, Downey conseguiu novos papéis e a boa aceitação da crítica. Sóbrio desde 2001, atualmente o ator ditar seus próprios termos de contrato em Hollywood graças ao sucesso como Iron Man.

Selton Mello

Começou a atuar bem cedo e nunca mais parou, tornado-se um dos atores mais conceituados da TV, do cinema e do teatro. Talentoso, construiu parte da sua carreira também como dublador e há alguns anos se arrisca como roteirista, produtor e diretor. Um dos seus trabalhos de maior destaque foi “O Palhaço” (2001), filme no qual escreveu, dirigiu e estrelou, e com o qual faturou muitos prêmios. Para nossa surpresa, Selton Mello confessou ter sido viciado em medicamentos para emagrecer por 10 anos, substâncias que provocavam insônia e depressão no ator.

Vera Fischer

A bela atriz e ex-miss Brasil teve uma vida marcada por altos e baixos por causa do seu problema com substâncias químicas que começou quando ela tinha 36 anos. Entre 1996 e 1998, Vera Fischer foi internada mais de uma vez em clínicas de reabilitação para tentar se livrar do vício e álcool e cocaína. Sua passagem mais longa foi em 1997, quando a atriz perdeu a guarda do filho caçula Gabriel, na época com 4 anos, para o pai, Felipe Camargo. A vida amorosa conturbada também contribui para que a atriz caísse em tentação. Sua última internação foi em 2011. Desde então, Vera Fisher parece ter superado a dependência. Certa vez, a atriz chegou a afirmar durante entrevista que a maior dificuldade foi aceitar ser uma drogada e estar doente. “Não dá para criar um ambiente de obrigação para a pessoa se tratar”, disse. Ainda, de acordo com a atriz, o vício nunca a fez perder um trabalho.

Walter Casagrande Jr.

O ex-jogador de futebol passou por uma fase turbulenta na vida e quase morreu por causa do vicio em álcool e cocaína. O comentarista esportivo da TV Globo chegou a ser internado após um grave acidente de carro. Em 2012, Walter Casagrande assumiu publicamente que estava se recuperando do vício através de tratamentos. Hoje, ele confessa ter superado o problema. Casagrande faz questão de afirmar que aprendeu a lição.



publicidade

TAGS:

LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade