Com beijo gay, último capítulo de "Amor à Vida" não supera antecessoras

Dados são prévios da Grande SP

Reprodução

Publicado em 31/01/2014 às 23:15:42

Por: Fabrício Falcheti

Na noite desta sexta-feira (31), chegou ao fim a novela "Amor à Vida", após oito meses no ar.

O último capítulo da trama de Walcyr Carrasco obteve média de 44 pontos com picos de 48 e share (número de televisores ligados) de 67%, segundo dados prévios do Ibope na Grande SP. No mesmo horário, SBT ficou em segundo lugar com 3 pontos, enquanto Record e Band empataram com 2.

Dessa forma, não conseguiu bater seu recorde, 48 pontos, atingidos na última segunda-feira (27).

Já a média geral do folhetim foi bem menor: 35 pontos.

Mesmo assim, conseguiu recuperar parte dos índices perdidos com "Salve Jorge", a última novela do horário.

"Amor à Vida" acumula 35 ante 34 da história de Morena (Nanda Costa) e Théo (Rodrigo Lombardi).

[galeria]

O folhetim de Walcyr Carrasco não conseguiu superar "Avenida Brasil" e "Passione", que foram os dois maiores êxitos da Globo nos últimos anos. "Passione", inclusive, apesar de ter a mesma média geral de "Amor à Vida", leva a melhor no comparativo quanto ao seu crescimento.

Enquanto a trama de Silvio de Abreu teve um início fraco e ganhou telespectadores em seu decorrer a ponto de ultrapassar a barreira dos 50 pontos em seu desfecho, "Amor à Vida" se mostrou estável e com poucas variações em seu decorrer.

Confira o comparativo das últimas novelas das 21h da Globo:

Salve Jorge


Último capítulo em 17/05/2013: 46 pontos
Média geral: 34 pontos

Avenida Brasil

Último capítulo em 19/10/2012: 52 pontos
Média geral: 39 pontos

Fina Estampa

Último capítulo em 23/03/2012: 47 pontos
Média geral: 39 pontos

Insensato Coração

Último capítulo em 19/08/2011: 47 pontos
Média geral: 36 pontos

Passione

Último capítulo em 14/01/2011: 52 pontos
Média geral: 35 pontos


Veja os principais desfechos da novela:

Félix e Niko

Os personagens de Mateus Solano e Thiago Fragoso se tornaram os queridinhos do público e a Globo autorizou o primeiro beijo gay em sua teledramaturgia.

A alta direção da emissora liberou o beijo em cima da hora, por entender que era importante pra uma trama que debateu a homossexualidade de maneira tão aberta.

Os dois se beijaram de uma forma bem carinhosa, para o delírio dos internautas nas redes sociais.

César

César (Antonio Fagundes) sofreu um AVC por conta de Aline, que confessou que sentia nojo das noites que passava com o executivo para conseguir se vingar dele, e ainda cuspiu em seu rosto.

Ele também desistiu de viver com Pilar ao saber que ela foi a responsável pelo acidente de Mariah, que acarretou na morte da mãe de Aline e que motivou toda a vingança arquitetada pela vilã.

César então foi convidado por Félix para se mudar para uma casa de praia junto com Niko. O filho termina cuidando do pai, que pela primeira vez o trata com ternura.

Aline

Final trágico para a grande vilã de "Amor à Vida". Ela, que foi contaminada pelo plano de vingança da tia, passou a novela nutrindo ódio pela família Khoury e principalmente por César. A raiva fez a víbora cometer diversos crimes e deixar o empresário cego.

No último capítulo, a ex-secretária armou um plano de fuga com as outras detentas. Mas na tentativa de escapar do presídio, ela acabou levando uma descarga elétrica e morreu eletrocutada.

TV NT: O que rendeu e não rendeu em "Amor à Vida"

Confira outros finais, antecipados pelo NaTelinha



COMENTÁRIOS