"É bastante inconveniente esses boatinhos", desabafa Paula Fernandes

Cantora estará no "Programa Raul Gil" deste sábado (12)

Fotos: Rodrigo Belentani/SBT

Publicado em 11/08/2017 às 12:10:33

Por: Fabrício Falcheti

Em seu programa deste sábado (12), Raul Gil recebe Paula Fernandes durante o quadro "Elas Querem Saber".

A cantora responde as questões feitas por Val Marchiori, Thammy Miranda, Ciça Camargo e Lola Melnick e fala sobre polêmicas e boatos envolvendo o seu nome.

“Eu acho que a única coisa que é bastante inconveniente quando eu penso na minha história de carreira são esses boatinhos, alguns acabaram se tornando verdade. Por exemplo, em relação a antipatia, eu sempre fui muito tímida, tenho esse perfil mais caseiro, sou mais na minha. Demorou um tempo para eu me soltar um pouco mais. As pessoas estão entendendo que não é uma questão de antipatia”, desabafou ela.

Paula Fernandes também negou qualquer desavença com o cantor Leonardo: "Nunca tive problema com o Leonardo. Tenho muito que agradecer a ele. Ele é referência".

E garantiu que nunca teve nada com Roberto Carlos, conforme boatos que chegaram a ser ventilados na época que participou de seu especial na Globo: "Eu vi o Roberto pouquíssimas vezes. Ele é um cara maravilhoso, me deu a chance de ouro. Abriu um portal incrível para que as pessoas me conhecessem".

Sobre ter fama de brega, a cantora explicou seu estilo: "Eu sempre gostei de marcar a cintura, aquele perfil foi minha marca registrada. Eu alcancei o objetivo que eu queria, as pessoas olhavam a cintura fina e lembravam da Paula Fernandes, olhavam o cabelo comprido e lembravam da Paula Fernandes".

E comentou sobre propostas indecentes: "De um tempo para cá diminuiu porque eu me posiciono demais".

Revisitando seu passado, analisou: "Tenho muito orgulho do meu passado. Tenho orgulho de olhar para trás e saber que eu não segui nenhum caminho torto. Eu venci por competência, por talento e principalmente por disciplina, perseverança e garra".

Paula Fernandes também falou sobre suas músicas e afirmou que 98% delas são composições próprias. Sobre sua nova canção, "Traidor", disse que "fiz por histórias que já vivi".

Mas garantiu: "Nunca traí e nunca trairia porque eu acho que a gente trai a gente mesmo em primeiro lugar. É um desrespeito, um tipo de agressão moral e psicológica".

No palco, ela canta “Traidor”, “Pra Você” e “Não Precisa”.

Ainda no programa, Raul Gil traz um musical especial de dia dos pais no quadro "A Turma do Vovô Raul", quando se apresentam Mauricio Manieri e o filho Marco Manieri cantando “Celebrar”, “Você quer brincar na Neve” e “Festa na Cidade”; Daniel e o pai José Camilo com “O último Julgamento”, “Meu Reino Encantado” e “Amores Seletivos”; Naldo Benny com a filha Maria Victória cantando “Meu Bem” e “Amor de Chocolate”; e Carlos Alberto de Nóbrega com o filho Marcelo de Nóbrega com “Abandono”.

O "Programa Raul Gil" vai ao ar a partir das 14h15, no SBT.



publicidade

LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade