SporTV lamenta cancelamento de clássico no Paraná e reafirma posição da Globo

Reprodução

Publicado em 20/02/2017 às 17:29:18

Por: Sem autor

Nesta segunda-feira (20), o SporTV divulgou uma nota onde reafirma a posição do Grupo Globo de que não teve qualquer envolvimento no cancelamento do clássico entre Atlético Parananense e Coritiba neste domingo (19).

Em nota lida por André Rizek, dentro do programa "Redação SporTV", a emissora reafirma suas posições e reitera que lamenta o que aconteceu, dizendo que é a maior incentivadora do futebol.

"O SporTV lamenta profundamente a não realização do jogo. Primeiro, em respeito ao público que foi ao estádio, aos atletas e aos espectadores. O Grupo Globo é, de longe, o maior incentivador do futebol brasileiro. Tanto dando visibilidade ao seu conteúdo em programas, telejornais e nas próprias transmissões esportivas, quanto no aspecto financeiro", diz a nota.

"Temos adquiridos os direitos dos principais campeonatos, como o Brasileiro, os Estaduais, a Copa do Brasil, a Libertadores da América, as Eliminatórias da Copa e a Copa do Mundo de futebol", completa o comunicado.

"O Grupo Globo reafirma que, em nenhuma hipótese, teve qualquer ligação com o episódio e espera que dirigentes de clubes e federações se entendam para que o torcedor, razão maior do espetáculo, não seja punido pela falta de organização e de bom senso", finaliza a emissora.

O "Globo Esporte" leu o mesmo editorial.

O caso

 
O clássico entre Atlético Paranaense e Coritiba, válido pelo Campeonato Paranaense, não aconteceu por conta da transmissão feita pelo YouTube e Facebook oficial de ambos os times.

Segundo informações feitas na própria transmissão, o jogo não foi realizado por conta da Federação Paranaense de Futebol, que na última hora não permitiu que ele começasse com a exibição nas redes sociais.
 
Ela alegou que o contrato com a Globo não permitia isso. No entanto, até sábado (18), segundo jornais locais, a Federação dizia permitir a exibição, já que Atlético e Coritiba não venderam seus direitos para a emissora carioca.
 
Já de acordo com informações colhidas em primeira-mão pela reportagem do NaTelinha, esta foi mais uma batalha entre Esporte Interativo/Turner e Globo por direitos de transmissão.
 
Até sexta-feira (17), de acordo com jornais locais do Paraná, a transmissão seria feita com cronistas de esporte locais. No sábado, tudo mudou: contratados do Esporte Interativo foram escalados para a transmissão e o EI daria apoio técnico como produtora para a partida ser transmitida de forma mais profissional.

O presidente da Federação Parananense de Futebol, Hélio Rizzo, em entrevistas a canais esportivos, disse que o jogo não foi realizado por falta de credenciamento de profissionais, que não queriam se retirar de campo.



COMENTÁRIOS