Irmãs sexy do Instagram vão para a cadeia após extorquir bilionário

Elas eram comparadas às irmãs Kardashian; mais de 200 homens foram vítimas, a maioria nigerianos

Fotos: Reprodução/ The Star

Publicado em 03/01/2017 às 16:17:13

Por: Redação NT

Segundo informações do jornal The Star, as irmãs canadenses Jyoti e Kiran Matharoo foram presas acusadas de extorque um bilionário nigeriano. Elas são famosas por exibirem no Instagram fotos sensuais. 
 
As irmãs já foram comparadas às irmãs Kardashian.
 
 
O caso aconteceu antes do Natal e elas tiveram a prisão decretada no dia 23 de dezembro de 2016, em Lagos, antiga capital da Nigéria.
 
 
As informações são de que o bilionário, Femi Otedola, de 54 anos, era chantageado por elas que ameaçavam divulgar fotos que provariam que ele traia a mulher.
 
O empresário tem fortuna estimada em mais de R$ 5 bilhões e diante da pressão ele contratou investigadores para ajudarem no caso.
 
 
Foi descoberto que elas tinham o costume de sair com homens ricos para extorqui-los em seguida. Ao todo foram mais de 274 pessoas, a maioria da África, que foram humilhadas e sofreram cyberbullying. As irmãs admitiram dormir com mais de 100 homens nigerianos e tiveram de assinar um documento oficial para nunca mais voltar a pisar no país. 
 
As duas usavam o site NaijaGistLive, criado por elas, para divulgar as tais provas. As irmãs pedem desculpas a Femi Otedola e família e garantem que não tinham a intenção de extorquir ninguém.
 


COMENTÁRIOS

Fechar X