05/03/2017 às 10:35:41

Os cinco artistas mais simpáticos do Carnaval com as câmeras desligadas

Coluna do Sanduba acompanhou a folia na Marquês de Sapucaí, no Rio de Janeiro

Por Sandro Nascimento
Compartilhe »
  
Os cinco artistas mais simpáticos do Carnaval com as câmeras desligadas Foto Ivete: Reprodução / Outras imagens: Sandro Nascimento
publicidade

Durante o Carnaval, o número de celebridades que circula pelo sambódromo do Rio de Janeiro é muito grande.

Com isso, repórteres, fotógrafos e fãs vão atrás para registrar os momentos, pegar declarações e tirar as famosas selfies. Nem todos os artistas lidam bem com isso. Já outros se destacam positivamente.

Esta coluna precisa levar ao conhecimento dos leitores quais foram as celebridades mais simpáticas neste Carnaval com o público e com a imprensa, com as câmeras desligadas no Rio de Janeiro.

Confira:

Ivete Sangalo -
Lidera a lista. Mesmo sendo tema do enredo da Grande Rio e principal estrela da noite do domingo (26) de Carnaval, a cantora tentou (na medida do possível) atender todos os profissionais da imprensa e fãs. Num momento inusitado, pegou todos os microfones e correu para a tela da Globo para responder as perguntas. Um exemplo.

Ticiane Pinheiro - Chegando na avenida e rodeada por seguranças da Vila Isabel, a musa da escola foi solicitada a fazer entrevistas. "Ela não tá pronta", respondeu um segurança. Neste momento, Ticiane delicadamente retruca: "Estou pronta sim, posso falar", e com paciência e sorriso no rosto, atendeu todos os veículos e tirou todas as selfies.

Sabrina Sato - Mesmo com muito assédio, a rainha de bateria da Vila Isabel sempre se mostrou simpática e esbanjou carisma antes de entrar na avenida. Sabrina, mesmo sendo puxada pela assessoria para se arrumar, contrariava o pedido e respondeu todas as perguntas. "A minha é gordinha", disse, sobre ganhar o título da "virilha mais sarada" da avenida.

Tiago Abravanel -  O neto de Silvio Santos foi extremamente amável e cortês. O global cantou em diversos camarotes e parece que herdou do avó a simplicidade.  Concedia entrevista para todos e, sempre com sorriso, atendia os pedidos de selfies.

Juliana Alves - No ar em "Sol Nascente" como Dora, a atriz foi rainha da bateria da Unidos da Tijuca. Sempre muito acessível na quadra da escola e fora dela. Um detalhe: ela era ainda mais simpática quando as câmeras estava desligadas.

*

No Carnaval, Anitta faz imprensa aguardar por um hora e meia e profissionais ensaiam boicote

Faltou respeito. Antes de se apresentar num camarote no Rio na última segunda-feira (27), Anitta deu canseira na imprensa que a aguardava para fotos e entrevistas.

Rodeada por seguranças, a cantora chegou ao local por volta das 21h30 e só atendeu os profissionais perto das 23h.

Irritados e com dores nas pernas, alguns repórteres e fotógrafos cogitaram abandonar o evento, mas a assessoria do camarote conseguiu contornar o "chá de cadeira".

Quando chegou, Anitta só queria posar para fotos inicialmente, mas mudou de ideia ao perceber o clima entre os jornalistas. "Eu estava tirando fotos com fãs", justificou.

Lamentavelmente, nos bastidores, alguns artistas ainda não tratam a imprensa com o devido respeito que os profissionais merecem. São sorrisos na tela que não aparecem quando as câmeras são desligadas. Neste Carnaval encabeçam a lista Thayla Ayla e Viviane Araújo.

Mãe conta que Ludmilla só pensava em Beyoncé

Devido aos problemas como o carros alegórico da Unidos da Tijuca, Ludmilla ficou apreensiva com o risco de não entrar na avenida.

Representado Beyoncé no enredo da escola, a cantora estava sempre sendo acompanhada por sua mãe, Silvana Oliveira. "Antigamente era só queria saber de Beyoncé e eu falava: 'Ludmilla, larga essa mulher, ela tá com a vida ganha, você não quer estudar e não quer fazer nada e só pensa nela'. Hoje olhando para ela representando a cantora americana me deixa muito emocionada".

Globo dificultou o trabalho da imprensa na cobertura de Ivete Sangalo na avenida

Registrando com exclusividade os principais momento da participação de Ivete Sangalo na avenida do sambódromo carioca, a Globo tentou dificultar o trabalho do restante da imprensa no local.

Enquanto Ivete aguardava o início do desfile dentro de um microônibus, ela recebeu todos os integrantes da comissão de frente da Grande Rio.

Para evitar o registro por outras empresas, um caminhão foi colocado propositalmente na frente do veículo, e não bastando isso, seguranças colocaram o corpo nos espaços que poderiam ser registradas imagens.

Eu fico por aqui ou toda hora no Twitter @Sanduba

publicidade
publicidade

VEJA TAMBÉM


Comentários

* Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!


publicidade